(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Projeto “Hortas Pedagógicas” da Escola Profissional Cândido Guerreiro – Alte, distinguido com uma Menção Honrosa no Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio

Projeto “Hortas Pedagógicas” da Escola Profissional Cândido Guerreiro – Alte, distinguido com uma Menção Honrosa no Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio

O Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio, criado pela Cooperativa António Sérgio para a Economia Social - CASES, em 2012, reconhece os projetos inovadores e sustentáveis, a produção de estudos e trabalhos de investigação, a oferta formativa de nível pós-graduação, a realização de trabalhos de âmbito escolar e a publicação de trabalhos jornalísticos, em domínios relevantes para a Economia Social.

No âmbito da edição de 2023, cujos resultados foram agora divulgados, o projeto “Hortas Pedagógicas”, em desenvolvimento na Escola Profissional Cândido Guerreiro – Alte, foi distinguido com uma Menção Honrosa, na categoria Trabalhos de Âmbito Escolar, categoria esta que visa premiar trabalhos produzidos pela comunidade escolar que envolvam alunos e professores na vivência e difusão de teorias e práticas na área do setor da Economia Social em Portugal, nos domínios da solidariedade e apoio social, da cooperação e intercooperação, da integração na vida escolar e familiar, da inclusão de novos estudantes, no desenvolvimento local, no voluntariado, na participação e cidadania, na inovação e social, ambiental e tecnológica; ou nos trabalhos sobre a personalidade, atividade cívica e obra de António Sérgio.

O Projeto “Hortas Pedagógicas” tem como objetivo geral sensibilizar a comunidade escolar para a necessidade de construção de novos modelos de desenvolvimento e consumo sustentável, em que se consomem produtos locais e se encontram estilos de vida saudáveis.

As hortas, instaladas no espaço exterior da escola, são "adotadas" pelos alunos da escola que, sob a coordenação de um professor, garantem a produção de hortícolas, ervas aromáticas e chás.

O composto orgânico utilizado nas hortas provém do Projeto FertiAlte - Unidade de Compostagem em Alte, projeto da responsabilidade da EPA, CIPRL, entidade proprietária da escola, que criou uma unidade piloto de compostagem aeróbica comunitária na aldeia de Alte, e que recolhe e transforma em composto, resíduos orgânicos em restaurantes, mercearias, supermercados e instituições locais, com o objetivo de promover a economia circular e a sustentabilidade.

Os produtos cultivados nas hortas são utilizados na confeção de sopas e saladas, consumidas nas refeições escolares, as ervas aromáticas e chás em infusões e águas aromatizadas consumidas pela comunidade escolar na cafetaria da escola, e os excedentes utilizados na produção de doces, compotas, bolos, licores, biscoitos e outros produtos, que posteriormente, são vendidos nas feiras e mercados locais nos quais a escola participa, assim como na Lojinha Pedagógica, espaço criado com os alunos do Curso Profissional de Técnico/a Comercial para o desenvolvimento de atividades de práticas simuladas de vendas.

Lista de vencedores e menções honrosas do Prémio António Sérgio, edição 2023, disponível em: https://cases.pt/wp-content/uploads/2023/12/Nota-Vencedores-e-MH-Premio-2023-divulgacao.pdf

  • PARTILHAR   

Outros Artigos