(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

Posição do CHEGA sobre o tema das "Alagoas" em Lagoa

Posição do CHEGA sobre o tema das "Alagoas" em Lagoa

De acordo com o comunicado da Distrital de Faro do Partido CHEGA,  no decorrer do mês de Março, a Coordenadora da Concelhia de Lagoa esteve reunida com diversos elementos do Movimento "Salvar as Alagoas de Lagoa - Save the Alagoas of Lagoa".

O objectivo deste encontro foi mostrar apoio a este movimento que tenta, e tem conseguido, salvar as Alagoas Brancas às diversas tentativas de destruição da mesma pelo actual Executivo Camarário que tenta, nesta localização, construir um retail park.

«Ficamos a saber que esta zona húmida, com características muito próprias, alberga cerca de 140 espécies de aves que aí permanecem e nidificam, como por exemplo a Íbis-Negra ou o Caimão. Alberga também espécies consideradas em risco de extinção, como é o caso do Cágado de Carapaça Estriada ou outras espécies protegidas pela legislação portuguesa, como a rã de focinho pontiagudo.

Quem conhece as Alagoas Brancas, sabe que é uma zona húmida todo o ano e, que se enquadra no Decreto 101/80 de 09 de Outubro no 1o artigo, que identifica o que é uma zona húmida. Assim, consideramos estranho que, de acordo o PDM de 2021, a área das Alagoas Brancas não seja considerada como susceptível de inundação, como se pode constatar no mapa a zona delimitada a vermelho. Se assim fosse considerada impossibilitava qualquer tipo de construção.»

Finaliza a nota de imprensa do CHEGA «deixamos ainda mais uma consideração, sabendo que através do Decreto-Lei no 80/2015 de 14 de Maio art.o 115, pode ser possível alterar os planos de urbanização, evitando possíveis indemnizações.

Assim sendo, por que motivo teima o actual Executivo Camarário na destruição das Alagoas Brancas?

Será teimosia!!!»

  • PARTILHAR   

Outros Artigos