(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Oito mulheres de Albufeira distinguidas em clima de contentamento e emoção

Oito mulheres de Albufeira distinguidas em clima de contentamento e emoção

O Salão Nobre dos Paços do Concelho de Albufeira encheu-se de sorrisos e flores, para salientar e distinguir oito mulheres do concelho que se destacam pelo sucesso e pela luta que têm demonstrado nas suas actividades profissionais.

Amélia Rita (instrutora de condução e proprietária da mais antiga escola de condução de Albufeira), Bianca Nicoleta (surfista a participar em campeonatos nacionais), Deolinda Neves (agricultora desde a adolescência e atual empresária de sucesso), Georgina Ramos (da hotelaria para a floricultura, destaca-se pela arte nos arranjos florais), Gilda Patrício (fisioterapeuta e empresária), Joana Bernardo (atriz de cinema), Joy Jung (figura destacada mundialmente na área da hotelaria e restauração) e Telma Guerreiro (dança desportiva, que pratica desde a infância, sendo desde há anos professora nesta área), são as oito mulheres distinguidas este ano pelo Município de Albufeira no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher.

A cerimónia decorreu no Salão Nobre dos Paços do Município, repleto de amigos e familiares. Até à data, foram já reconhecidas 45 mulheres albufeirenses, com idades entre os 18 e os 90 anos. São mulheres de percursos profissionais distintos, de todas as freguesias e que com contributos relevantes para o concelho. A iniciativa teve o seu início em 2019 e parte da vontade de José Carlos Rolo, que diz “tratar-se de um ato político, não partidário, porque muito foi feito com vista à igualdade dos direitos e deveres das mulheres na vida pública, mas muito há ainda a fazer. “ O autarca reconhece “o papel fundamental das mulheres para um desenvolvimento equilibrado da sociedade” e referiu que o critério de escolha assenta essencialmente “na persistência evidente e luta contínua pelo lugar que lhes cabe no mundo do desporto, da saúde, do empreendedorismo e demais áreas”. Afirmando ter “orgulho nas mulheres de Albufeira”, o autarca adianta que “muitas outras mulheres há a distinguir, mas temos aqui uma conta e medida e o número oito, o da harmonia, tem sido o número que nos tem regulado, até por associação ao 8 de março, data que assinala a data das mulheres operárias por melhores condições laborais e de salários”.

As mulheres distinguidas este ano não esconderam a sua emoção, agradeceram o gesto do Município e não esqueceram as outras mulheres não presentes, dedicando igualmente esta distinção à família, muito em especial às mães e irmãs.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos