(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

No âmbito dos roteiros “aMAR a Terra” a CCDR Algarve, I.P. divulga projetos regionais apoiados pelo MAR2020

No âmbito dos roteiros “aMAR a Terra” a CCDR Algarve, I.P. divulga projetos regionais apoiados pelo MAR2020

Aqualvor é a empresa responsável pela execução de um dos projetos apoiados pelo MAR2020 que a CCDR Algarve, I.P. visa divulgar.

Fundada em 1994, a Aqualvor é uma empresa de aquacultura situada na reserva natural da Ria de Alvor, concelho de Lagos e tem como atividade a produção e comercialização de peixes, nomeadamente robalo e dourada.

A empresa tem desempenhado um importante papel na dinamização da região de Alvor, enquanto zona de eleição para a produção de pescado na região Algarvia, sendo nos dias de hoje uma empresa de referência no mercado português de aquacultura.

O modelo de negócios da empresa assenta na produção e no processo de engorda dos peixes, sendo responsável pelo controlo do ciclo de crescimento. A comercialização é da responsabilidade exclusiva da Aqualvor, Lda., incorporando a sua própria produção e a produção da PVL – Piscicultura Vale da Lama, sua parceira comercial.

A Aqualvor possui canais abertos com a grande distribuição o que lhe permite um escoamento semanal da produção. Pretende-se que estas dinâmicas e políticas sejam conservadas no futuro, com o mercado português a assumir-se como o principal mercado de destino, e iniciar-se a comercialização para o mercado francês e espanhol, que apresentam boas dinâmicas de procura e preços mais competitivos.

O projeto AQUAMARIM, consistiu na realização de investimentos produtivos para construção de uma nova unidade piscícola em Olhão, com vista ao incremento da capacidade produtiva da empresa.

A piscicultura possui 9 tanques de produção, 1 tanque de tratamento de efluentes e 1 reservatório para retenção de águas.

Dos vários investimentos produtivos destacam-se: a) Modernização da unidade de produção aquícola, incluindo a melhoria das condições de trabalho e de segurança dos trabalhadores; b) Modernização relacionada com a saúde e o bem-estar dos animais, incluindo a aquisição de equipamentos destinados a proteger as explorações contra os predadores selvagens; c) Melhoria da qualidade dos produtos, por aplicação de técnicas de maneio adequadas e introdução de novas tecnologias; d) Introdução de sistemas e/ou de processos que aumentem a eficiência em termos de recursos, em comparação com as práticas habituais do sector; e) Instalação de sistemas que contribuam para a melhoria da eficiência energética e promovam a conversão das empresas aquícolas para fontes de energia renováveis; f) Requalificação de lagos naturais ou artificiais utilizados para a aquicultura, através da remoção do limo e sedimentos; g) Investimentos que reduzam substancialmente o impacto das empresas aquícolas na utilização e na qualidade da água, especialmente reduzindo a quantidade de água, de produtos químicos, de antibióticos e de outros medicamentos utilizados ou melhorando a qualidade da água de saída, inclusivé através da utilização de sistemas aquícolas multitróficos ou de decantação.

Esta nova unidade, contou e contará com toda a experiência, know-how e metodologias de trabalho desenvolvidas ao longo dos anos pela empresa Aqualvor.

A operação foi aprovada para um investimento elegível de 983.836,13 €, com apoio público de 491.918,07 €. Do valor aprovado, foram executados pelo promotor 968.275,18€ com uma taxa de execução de 98.4%.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos