(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2021 - Reduzir o Desperdício

Não podemos desistir de lutar pela relocalização do Hospital de Lagos

Não podemos desistir de lutar pela relocalização do Hospital de Lagos

A Assembleia Municipal de Lagos na 1.ª Reunião da sua Sessão Ordinária de Setembro de 2018, realizada no dia 24 de Setembro, aprovou, por unanimidade, uma Moção onde exige ao Governo a inclusão no Orçamento de Estado de 2019, a construção do novo Hospital de Lagos.

De acordo com a CDU de Lagos, “na sessão ordinária de Dezembro de 2017, a Assembleia Municipal de Lagos deliberou e pôs a circular a Petição Publica Para Construção do Novo Hospital de Lagos.

Em 29 de Junho de 2018, a Assembleia da República aprovou um Projecto de Resolução apresentado pelo Grupo Parlamentar do PCP, visando a célere construção do novo Hospital de Lagos.”

Assim, considerando estas duas deliberações, também que o Governo não tinha incluído a construção do novo Hospital de Lagos no Orçamento de Estado de 2018 e que se mantêm todas as motivações e pressupostos que fundamentam as iniciativas que ao longo têm sido tomadas neste sentido, deliberações das autarquias Locais, manifestações e concentrações da população, tomadas de posição dos trabalhadores do Hospital e das suas organizações sindicais e ainda que este é o tempo de preparação, pelo Governo, do Orçamento de Estado para 2019, os eleitos da CDU propuseram que a Assembleia Municipal de Lagos reunida a 24 de Setembro de 2018 deliberasse:

1. Exigir do Governo a inclusão no OE de 2019 da Construção do Novo Hospital de Lagos.

2. Recomendar às Câmaras Municipais das Terras do Infante, às Assembleias Municipais de Aljezur e Vila do Bispo e às demais autarquias dos três concelhos a solidariedade com esta tomada de posição.

 

  • PARTILHAR   

Outros Artigos