(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Município de Faro apresentou projectos vencedores da terceira edição do orçamento participativo

Município de Faro apresentou projectos vencedores da terceira edição do orçamento participativo

Exposição sobre centenário do Estádio de São Luís foi a proposta mais votada e deverá estar patente até final do ano de 2023

O Município de Faro anunciou ontem, dia 20 de Abril, os seis projectos vencedores da terceira edição do seu Orçamento Participativo. O projecto mais votado, com um total de 216 votos, foi a exposição “De Saint Stadium a Estádio de São Luís (1923 – 2023)”, sobre o centenário do recinto do Sporting Clube Farense, que vai ter um investimento previsto de 30 mil euros.

A proposta de exposição, apresentada a título pessoal por Pedro Gonçalves, também tesoureiro do Sporting Clube Farense, deverá estar inicialmente patente no Palácio Belmarço no final deste ano, contando com fotografias e outro material fruto do espólio do Farense, da Autarquia, de sócios e outros particulares.

O segundo projecto mais votado, com 212 votos, foi a criação de um novo espaço de lazer na Travessa da Saúde (União de Freguesias de Faro) com construção de um pequeno jardim e melhoria da circulação de pedonal, proposta apresentada por Joana Nunes, com um investimento previsto de 25.000 euros.

A publicação da “Antologia das Charolas de Bordeira”, proposta de Nelson Conceição, recolheu 187 votos, sendo a terceira proposta mais votada, com um investimento previsto de 29.800 euros.

O quarto projeto mais votado foi a requalificação do Polidesportivo de Santo António do Alto, Atalaia, proposta por Vera Fernandes, que recolheu um total de 161 votos, e vai contar com um investimento de 30 mil euros.

Os dois restantes projectos vencedores foram a marcação de trilhas de Faro e Montenegro (proposta de João Rios, com 119 votos, relativa à União de Freguesias de Faro e Freguesia de Montenegro), e a marcação de trilhos de Estoi (proposta de José Afonso, com 86 votos, relativa à União de Freguesias de Conceição/ Estoi), ambas com um investimento previsto de 30 mil euros.

Estes projectos, que deverão estar concluídos até 2025, representam um investimento de 174.800 euros, a que se acrescentam 10.000 euros alocados ao projecto OP Escolas, que conta com projectos sugeridos e votados pelos alunos do ensino secundário do concelho.

Nesta terceira edição do Orçamento Participativo Faro, 52 munícipes apresentaram propostas (35 apresentadas nas assembleias participativas e 17 apresentadas online através do portal). Dessas, após análise dos serviços do Município, 31 foram a votação – sendo que cada uma das quatro freguesias do concelho (Faro, Conceição e Estoi, Montenegro e Santa Bárbara de Nexe) têm que ter, pelo menos, um projecto vencedor.

Ao todo, foram registados 2.301 votos (2.141 online e 160 online assistido, através de uma banca no Mercado Municipal). Dos votantes, 1.173 votaram uma vez, enquanto 564 votaram duas vezes.

Paralelamente, foi ainda feito um ponto de situação dos vários projectos da segunda edição do OP Faro, que estão na sua maioria em execução.

No âmbito da cerimónia de apresentação dos projectos vencedores, que teve lugar no Museu Regional do Algarve, o Presidente da Câmara Municipal de Faro, Rogério Bacalhau, fez um balanço positivo desta terceira edição do Orçamento Participativo, que foi, na prática, a primeira sem limitações relacionadas com a pandemia por Covid-19, “com cerca de 3.000 participações, o que é bom, tendo em conta que não há uma cultura deste tipo de participação em Faro e no País”.

O autarca considera “gratificante o aumento gradual do número de projectos, participantes e votantes” no OP mas espera que “na próxima edição possa haver ainda mais participação neste projecto que permite que as pessoas pensem de forma estruturada nas necessidades e nos projectos que pretendem para os seus territórios”.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos