(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Ministro da Saúde acompanhou primeira Teleconsulta entre o CHUA e o Estabelecimento Prisional de Faro

Ministro da Saúde acompanhou primeira Teleconsulta entre o CHUA e o Estabelecimento Prisional de Faro

No âmbito da iniciativa «Governo Mais Próximo» que decorre na região, o Ministro da Saúde, Manuel Pizarro, esteve hoje, dia 1 de março, no Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) para inaugurar e acompanhar a primeira Teleconsulta realizada entre a Unidade Hospitalar de Faro do CHUA e o Estabelecimento Prisional de Faro.

Como explicou o Ministro, “o que estamos a procurar garantir é que as pessoas que estão em situação de reclusão - que estão detidas - tenham acesso às consultas de especialidade no SNS de uma forma que seja menos perturbadora da vida dos próprios estabelecimentos prisionais. Por este método uma grande parte destas consultas passam a ser feitas por telemedicina com os médicos especialistas do lado de cá a prestarem os cuidados que sejam necessários. É claro que esta solução não elimina as consultas presenciais que sejam necessárias”.

A primeira consulta, da especialidade de Pneumologia, foi efetuada pelo médico Ulisses Brito e foi acompanhada pelo Ministro da Saúde, pela presidente do Conselho de Administração, Ana Varges Gomes, e pelo presidente da ARS Algarve, Paulo Morgado, que estiveram online a partir da Unidade Hospitalar de Faro do CHUA com o Estabelecimento Prisional de Faro, onde a Ministra da Justiça se encontrava a acompanhar a mesma consulta, testando assim a funcionalidade do sistema de teleconsulta.

Para a presidente do Conselho de Administração do CHUA, Ana Varges Gomes, “este é um projeto que aproxima os cuidados das pessoas”, o qual pode ser no futuro “uma solução também para as Estruturas Residenciais para Idosos”.

À margem da visita o Ministro da Saúde deixou uma palavra de estímulo e de agradecimento aos profissionais do CHUA pelo trabalho que desenvolvem diariamente, sublinhado as especificidades da região, tudo o que está a ser feito para resolver as dificuldades em matéria de recursos humanos e de infraestruturas e indicou ainda que espera, em breve, apresentar a constituição da equipa de projeto e da equipa da comissão de acompanhamento que vão lançar o processo de concurso para o novo Hospital Central do Algarve. “As infraestruturas também contam pelo que representam: um melhor atendimento às pessoas e melhores condições de trabalho para os profissionais e, sendo novas e modernas, permitirão fixar com mais facilidade jovens profissionais”, frisou o governante.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos