(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Miguel Pinto Luz: O Turismo tem a solução para devolver o Algarve aos Algarvios

Miguel Pinto Luz: O Turismo tem a solução para devolver o Algarve aos Algarvios

Sala cheia responde com entusiasmo à apresentação do cabeça de lista da AD que enumera graves problemas e propõe soluções… com financiamento assegurado.

A sessão de apresentação da lista candidata da AD e do seu programa para o Algarve, que ontem à tarde (8) teve lugar em Faro, foi acima de tudo uma demonstração de união e entusiasmo.

A sala do Museu Regional do Algarve foi pequena para acolher os mais de 300 apoiantes que compareceram para ouvir Miguel Pinto Luz apresentar os nomes dos que o acompanham e estabelecer as principais linhas orientadoras que a AD defende para o Algarve.

E são quatro as grandes prioridades: “a questão magna da água”; a saúde que se encontra “em ruptura”; a mobilidade e transportes “que não existem”; e a habitação “que não dá para todos”. O desafio é, resume o candidato, “fazer aquilo que, em oito anos, o PS não foi capaz de fazer”.

Na AD Algarve, Miguel Pinto Luz definiu assim estas quatro prioridades: saúde, transportes, habitação, água. O grande gancho é: reconciliar o turismo com os algarvios. Este sector tem de gerar riqueza para uma redistribuição justa. Com mais de 20 milhões de dormidas por ano, região líder em Portugal, entende-se que é tempo de os 16 concelhos darem as mãos.

Miguel Pinto Luz propõe definir uma taxa turística em linha com outros exemplos nacionais, e internacionais, que garanta uma receita de, no mínimo, 40 milhões de euros por ano.

Metade dessa receita (20 milhões) naturalmente alocada à promoção, captação de grandes eventos e capacitação do sector turístico.

Os restantes 50% para 3 programas que os servem os algarvios – e também o sector turístico:

1.⁠ ⁠Consultas de telemedicina (MGF e pediatria ) 24h/7 para todos os nossos cidadãos. Repito TODOS. Agarrar o problema da saúde nas nossas mãos e não esperar por Lisboa. Aliviar as urgências, garantir a primeira consulta à distância de uma chamada.

2.⁠ ⁠Passe regional de transportes. Como Lisboa tem, nós também queremos e não dependemos de Lisboa para o fazer.

3.⁠ ⁠Apoio à habitação, desde a conceção, projetos, disponibilização de terrenos públicos e agilização processual.

O apelo é: Não cruzemos os braços, demos as mãos e reconciliemos o turismo com os Algarvios. Será o turismo, os 16 municípios e quem os visita a ajudar o Algarve a ser mais inclusivo, coeso e justo.

O público, que encheu a sala, reagiu com entusiasmo a um discurso que surgiu depois de já terem tomado a palavra o Presidente da Câmara de Faro, Rogério Bacalhau, da representante do CDS-PP, Isilda Guerreiro, do Presidente do PSD-Algarve, Cristóvão Norte, do Presidente da comissão de honra da AD, José Macário Correia e do mandatário da candidatura, José Mendes Bota. O diretor de campanha é Henrique Gomes a quem coube apresentar os candidatos.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos