(Z1) 2024 - CM de Vila do Bispo - Festival do Perceve
(Z4) 2024 - CM Lagos - Agenda de Eventos

Lagos já hasteou a Bandeira Azul nas suas praias

Lagos já hasteou a Bandeira Azul nas suas praias

Meia Praia, Porto de Mós e Praia da Luz já têm hasteada a sua Bandeira Azul, distinção de qualidade ambiental atribuída anualmente a praias costeiras e fluviais. 

O momento simbólico decorreu na Praia de Porto de Mós na presença de várias entidades envolvidas no processo.

A iniciativa foi acompanhada por elementos do executivo municipal, juntas de freguesia, Capitania do Porto de Lagos, Polícia Marítima, Polícia Municipal, Proteção Civil, Saúde Pública de Lagos, NECI – Núcleo Especializado para o Cidadão Incluso, Unilever Portugal (patrocinador da campanha de educação e sensibilização ambiental “Lagos na Onda do Verão” que integra o programa Bandeira Azul), nadadores salvadores e Agência Portuguesa do Ambiente, entidade que faz a verificação dos critérios para atribuição deste galardão: Informação e Educação Ambiental, Qualidade da Água, Gestão Ambiental e Equipamentos, Segurança e Serviços.

A Meia Praia, Porto de Mós e Luz foram também distinguidas este ano com qualidade de “Ouro” pela associação de não-governamental de ambiente QUERCUS pela classificação de “Excelente” ao nível da qualidade da água, tendo também esta bandeira hasteada.

De destacar também que as três referidas praias, mas também a da Batata a partir de 1 de julho, estão integradas no programa “Praia Acessível – Praia para todos”, o qual garante, a pessoas com deficiência, condições de acessibilidade e de serviços que viabilizem a utilização das praias e desfrutem das mesmas com equidade, dignidade, segurança, conforto, independência e a maior autonomia possível.

Para os próximos meses, estão previstas atividades de sensibilização ambiental e de promoção de vida saudável nas praias do concelho no âmbito da campanha “Lagos na Onda do Verão”, aproveitando também o tema deste ano do programa Bandeira Azul - “Geodiversidade – Sabes onde estendes a tua toalha”, o qual representa uma nova forma de se olhar para a biodiversidade e riqueza geológica do que está no solo (do mar e da costa) e respetivas ameaças. Aliás, esse foi também para o tema da campanha lacobrigense - “Nas nossas praias há um mundo para descobrir com milhões de anos” - com o intuito de despertar a curiosidade para o património geológico de Lagos.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos