(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

Homem que roubou sapatos de ténis e calças, em Lagos, já tinha assaltado, há meses, vários estabelecimentos e aguarda em liberdade sentença após julgamento por dezenas de outros furtos nesta cidade

Homem que roubou sapatos de ténis e calças, em Lagos, já tinha assaltado, há meses, vários estabelecimentos e aguarda em liberdade sentença após julgamento por dezenas de outros furtos nesta cidade

Com 51 anos, é português, vive em Lagos e tem-se dedicado à prática de furtos em restaurantes, snack-bares e lojas.

Continua em liberdade, a aguardar sentença por parte de um colectivo de juízes do Tribunal Judicial de Portimão, depois de ter sido recentemente julgado na sequência de dezenas de assaltos a estabelecimentos comerciais e restaurantes, em Lagos, o homem, de 51 anos, nacionalidade portuguesa, residente nesta cidade e agora filmado, com o rosto descoberto, por câmaras de vigilância num estendal de um prédio situado no Bairro 28 de Setembro, de onde levou sapatos de ténis e calças, apurou o nosso jornal. O indivíduo introduziu-se duas vezes nesse espaço, para furtar os sapatos e aquele vestuário.

De acordo com informações recolhidas pelo Correio de Lagos, ele é responsável por dezenas de furtos nesta cidade. Preso preventivamente na sequência de outros assaltos, acabou por sair em liberdade, devido ao facto de se ter excedido o prazo dessa medida de coacção (prisão preventiva), até nove meses, a que estava sujeito, sem o processo judicial chegar a julgamento.

.

E ainda não foi detido para responder por assaltos cometidos em Outubro e Novembro de 2022

.

Como o Correio de Lagos referiu na altura, em poucas semanas durante os meses de Outubro e Novembro de 2022, o homem, que então as forças de segurança suspeitavam ser o autor de todos os furtos ocorridos nesta cidade, assaltou, pelo menos, oito estabelecimentos durante várias madrugadas, tendo levado dinheiro.

E ainda não foi detido para responder por estes crimes.

.

Muitas vezes, desloca-se a pé e esconde-se quando ouve o barulho de um carro para não ser visto

.

Segundo informações a que o nosso jornal teve acesso, o método usado foi sempre o mesmo. Em apenas “cerca de oito segundos”, o suspeito partiu a porta em vidro desses estabelecimentos, utilizando uma pedra, e furtou a gaveta das caixas registadoras e caixas com gorjetas do pessoal.

Desloca-se a pé e supostamente esconde-se quando ouve o barulho de um carro, de forma a evitar ser visto e denunciado às autoridades. Já na noite de 13 de Março de 2021, pelas 20h06m, usando uma máscara e uma cobertura na cabeça, depois de pontapear e partir uma porta em vidro de um restaurante, conseguiu levar dinheiro de gorjetas dos empregados, de uma caixa que estava no balcão.

Alguns dos estabelecimentos assaltados possuem alarme, mas a suposta demora na transmissão da informação das centrais de alarme à PSP, tem permitido ao ladrão actuar com rapidez e êxito.

.

Em actualização

  • PARTILHAR   

Outros Artigos