(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

“É preciso ouvir as pessoas”, sendo “fundamental” a “proximidade” junto da população para o PSD vencer as eleições autárquicas no concelho de Vila do Bispo, em 2025

“É preciso ouvir as pessoas”, sendo “fundamental” a “proximidade” junto da população para o PSD vencer as eleições autárquicas no concelho de Vila do Bispo, em 2025

Este foi o apelo do dirigente nacional social-democrata Pedro Alves, num almoço em Sagres, com meia centena de militantes e simpatizantes ‘laranjas’

No arranque da preparação para as próximas eleições autárquicas, o coordenador autárquico do PSD exortou, desde já, os eleitos locais do partido, assim como os seus militantes e simpatizantes, no concelho de Vila do Bispo, a “contactar as pessoas” e a solicitar-lhes uma “avaliação” aos atuais “25 por cento” deste mandato da actual gestão camarária do PS, em vez de só realizar o trabalho “na altura de pedir votos” na campanha. “É preciso ouvir a comunidade num trabalho sério e competente a ser feito com tempo, bem e juntos, como oposição que somos”, agora, avisou Pedro Alves, numa autêntica aula neste encontro do PSD.

Em jeito de recado interno, o coordenador autárquico do PSD, Pedro Alves, apelou a uma acção de “autenticidade e proximidade” da actual vereadora do partido na Câmara Municipal de Vila do Bispo, Paula Freitas, aos restantes eleitos locais, militantes e simpatizantes, junto da população deste concelho do barlavento algarvio, de forma a vencer o próximo acto eleitoral no âmbito do município, que terá lugar em 2025, e permitir, assim, aos ‘laranjas’, derrotar os socialistas e regressar ao poder a nível local, aproveitando o “descontentamento” dos eleitores em relação “ao PS.”

.

Deputados algarvios do PSD na Assembleia da República Luís Gomes, Rui Cristina e Ofélia Ramos, e o líder da Distrital, Cristóvão Norte, entre outros elementos, deslocaram-se até junto das escolas com problemas na localidade de Vila do Bispo e a um troço da Estrada Nacional 268, em estado degradado, à entrada de Sagres, onde ouviram queixas dos autarcas Paula Freitas e Gilberto Viegas

.

Aquele dirigente nacional do Partido Social-Democrata, que preside à Comissão Política Distrital de Viseu, participou, no sábado, dia 28 de Janeiro de 2023, num almoço do PSD no Restaurante ‘Retiro do Pescador’, em Sagres, onde juntou cerca de meia centena de militantes e simpatizantes do PSD do concelho de Vila do Bispo.

O encontro, que marcou o início da preparação do partido para a campanha com vista às próximas eleições autárquicas, decorreu após uma visita dos deputados do PSD eleitos pelo Círculo Eleitoral de Faro na Assembleia da República, nas últimas eleições legislativas, Luís Gomes, Rui Cristina e Ofélia Ramos, bem como do líder da Distrital do Algarve, Cristóvão Norte, do anterior responsável desta estrutura, David Santos, da vereadora na Câmara Municipal de Vila do Bispo, Paula Freitas, e do deputado municipal Gilberto Viegas, entre outros militantes, até junto do edifício da Escola Básica do Ensino Básico dos 2.º e 3.º Ciclos da sede do concelho, e dos contentores que servem de instalações para a Escola do 1º. ciclo, já que a antiga escola primária está encerrada por falta de condições.

As visitas terminaram com uma deslocação ao troço da Estrada Nacional 268, à entrada de Sagres, que há anos se encontra degradado e onde se arrasta um imbróglio judicial a impedir a resolução do problema. Sobre estes assuntos, o ‘Correio de Lagos’ apresentará uma reportagem efectuada, na altura, nos respectivos locais.

.

“Vamos ganhar a Câmara Municipal de Vila do Bispo, tenho a certeza”

.

“É preciso ouvir as pessoas, as suas preocupações e denunciá-las, para contribuir para um programa de alternativa política, com contacto nas freguesias e apresentação de propostas nas assembleias de freguesia, na Assembleia Municipal e na Câmara Municipal”, sublinhou o coordenador autárquico dos sociais-democratas, Paulo Alves, durante a sua intervenção no almoço em Sagres, sob o ‘slogan’ PSD «Juntos pelo Algarve», que também serviu para lançar a candidatura da vereadora Paula Freitas à presidência da Câmara Municipal de Vila do Bispo, e onde foi exibido um vídeo com o actual líder do partido, Luís Montenegro, militantes e populares, e evocada memória do fundador, Francisco Sá Carneiro.

E insistiu na ideia de que é necessária “muita proximidade” junto das populações para “ouvir as pessoas”. “A proximidade é fundamental!” - reforçou Pedro Alves, exortando os eleitos locais do PSD e os seus militantes e simpatizantes no concelho de Vila do Bispo, desde já, a “contactar as pessoas” e a solicitar-lhes uma “avaliação” aos actuais “25 por cento” do desempenho neste mandato da actual gestão camarária do PS, em vez de só realizar o trabalho “na altura de pedir votos” nas eleições. “É preciso ouvir a comunidade num trabalho sério e competente a ser feito com tempo, bem e juntos, como oposição que somos”, neste momento”, frisou aquele dirigente nacional do PSD.

“Vamos ganhar a Câmara Municipal de Vila do Bispo, tenho a certeza. Há condições para um programa alternativo. É essa a mensagem que levo deste encontro para o presidente do partido”, acrescentou o coordenador autárquico ‘laranja’.

Já no sábado à noite e também no âmbito deste tipo de iniciativas, o PSD realizou um jantar na cidade de Lagos, após ter homenageado os militantes com mais de 25 anos no partido neste concelho.

.

PSD “está preparado para apresentar uma proposta alternativa” ao governo socialista

.

Também a nível nacional, e tal como já disse o presidente do partido, Luís Montenegro, Pedro Alves garantiu que “o PSD está preparado para apresentar uma proposta alternativa” ao governo socialista, sem, no entanto, apontar para a necessidade de eleições legislativas antecipadas, tendo lamentado haver “instabilidade no país [com a] máquina de propaganda do PS”, nomeadamente ao nível do sector da saúde, em que é necessário “não cair” em justificações ou promessas.

Nesse sentido, o coordenador autárquico do PSD, até com alguma ironia à mistura, alertou para uma forma algo “ingénua” como a vereadora do partido na Câmara Municipal de Vila do Bispo, Paula Freitas, terá encarado a recente visita do ministro da Saúde, Manuel Pizarro, no dia 23 de Janeiro de 2023, ao Centro de Saúde desta localidade [sem o conhecimento da comunicação social - n.d.r.], onde a falta de profissionais do sector obriga, muitas vezes, por exemplo, os utentes a irem para a porta do edifício às 07h.30m. a aguardar por uma consulta do dia, isto, é claro, se houver médicos disponíveis, como foi revelado pela autarca social-democrata neste encontro em Sagres, referindo que o governante socialista, na altura, “falou como médico” (…), ao lembrar tratar-se de “uma situação estrutural”, em que “os problemas de Vila do Bispo propagam-se pelo país todo.”

.

“Cortes” de milhões de euros por parte do executivo de António Costa

.

“Na saúde são necessárias medidas do Governo”, insistiu aquele dirigente do PSD, que, por outro lado, lamentou “cortes” de milhões de euros por parte do executivo de António Costa. “O PSD já denunciou cortes na Segurança Social”, entre outras áreas, observou. Quando à TAP, na qual a indemnização milionária no montante de 500 mil euros paga à então administradora Alexandra Reis levou à demissão desta senhora três dias após ter sido nomeada secretária de Estado do Tesouro, e, pouco depois, ao ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, o coordenador autárquico do PSD notou que nesta questão quem tem de “ser avaliado é o Governo.”

.

A “paciência” de Cavaco Silva

.

A concluir o seu discurso em Sagres, aquele dirigente do Partido Social Democrata enalteceu a “muita paciência” de Aníbal Cavaco Silva durante os “dez anos” em que foi primeiro-ministro de Portugal.

.

(em actualização)

  • PARTILHAR   

Outros Artigos