(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Covid-19: PSD Algarve pronuncia-se sobre «atropelo da ordem de prioridades da DGS» na vacinação da Presidente de Câmara Isilda Gomes

Covid-19: PSD Algarve pronuncia-se sobre «atropelo da ordem de prioridades da DGS» na vacinação da Presidente de Câmara Isilda Gomes

O PSD Algarve tomou conhecimento do «processo fraudulento» de vacinação de Isilda Gomes, Presidente da Câmara Municipal de Portimão e membro do Secretariado Nacional do Partido Socialista. Por se tratar de matéria grave e relativa a alguém com altas responsabilidades políticas na região, entende o Partido Social-Democrata tornar público o seguinte.

O cumprimento escrupuloso da ordem de prioridades de vacinação é vital para que haja confiança dos cidadãos no processo, pelo que o PSD Algarve considera «qualquer acto para o perverter profundamente deplorável», por atentar contra «os mais elementares valores de humanidade», em especial, num período em que os idosos e os profissionais de Saúde da região estão ainda «muito longe de serem todos vacinados».

Para o grupo, é «ainda mais censurável este acto quando o mesmo é praticado com a conivência de agentes públicos, com altas responsabilidades, e que, de modo subreptício, às escondidas, obtêm para si mesmos vantagens indevidas, negando-as a outros em risco de vida».

«É ilegal e eticamente injustificável», segundo o PSD Algarve

O PSD Algarve repudia ainda o facto de a vacinação ter merecido concordância da Presidente do Conselho de Administração do CHUA (Centro Hospitalar Universitário do Algarve), familiar próximo da pessoa visada e que foi, recentemente, nomeada pelo Governo PS. Segundo o grupo, isto leva a concluir que «terá havido um intuito deliberado, de pessoas com responsabilidades na área da Saúde da região» em «violar as regras do plano de vacinação».

O PSD Algarve espera que a Presidente da Câmara de Portimão tenha «a dignidade de assumir as consequências dos seus actos» e que seja, quanto aos demais, com carácter de urgência, ordenado pelo Governo a abertura de um inquérito para apuramento de todas as responsabilidades.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos