(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Contra o Encerramento da Estação dos CTT na Vila da Luz, Lagos

Contra o Encerramento da Estação dos CTT na Vila da Luz, Lagos

A Assembleia Municipal de Lagos na sua Sessão Ordinária de fevereiro/2019, realizada no dia 25 de fevereiro, aprovou, por unanimidade, uma Moção contra o Encerramento da Estação dos CTT na Vila da Luz, Lagos.

“Os Correios, ao longo de mais de cinco séculos, asseguraram por toda a parte o serviço postal com o apreço da generalidade dos cidadãos, granjeando o respeito de todos os utentes. Fizeram-no sempre cumprindo todas as obrigações dum serviço público em benefício das populações e com lucros e benefícios para o erário público.

Contrariando esta realidade, em setembro de 2014 os CTT foram privatizados, com um Contracto de Concessão obrigando a empresa a prestar um serviço de qualidade conforme estipulado pela Lei.

Contudo, desde a privatização, a estratégia da administração da empresa tem prosseguido um caminho de desrespeito pelas obrigações no que respeita à qualidade do serviço prestado e às condições de trabalho, enquanto aproveitava a rede dos CTT para implantar um Banco a nível nacional.

A Administração dos CTT anunciou o despedimento de trabalhadores, a venda de património e o encerramento de estações. Este pacote prossegue o caminho de desinvestimento, descapitalização, sangria da empresa e do seu património, com a distribuição de dividendos aos acionistas muito acima dos lucros registados.

Os Correios não são um negócio. São um instrumento insubstituível para a coesão social, económica e territorial.

O serviço postal deve estar ao serviço da economia e do desenvolvimento, com uma gestão que vise o equilíbrio económico-financeiro e o investimento na melhoria da qualidade de vida.

Segundo noticias referidas na comunicação social, este ano a administração dos CTT vai encerrar no Algarve as estações de Aljezur, Luz, Sagres e Carvoeiro.

Considerando a grande importância da estação dos CTT na Vila da Luz para a população local e os prejuízos que o seu encerramento acarreta, a Assembleia Municipal de Lagos, reunida a 25 de fevereiro de 2019, delibera:

1. Repudiar a decisão do encerramento da estação dos CTT da Vila da Luz, exigindo a sua manutenção.

2. Solidarizar-se com as populações e as autarquias locais das Terras do Infante na luta contra o encerramento das estações dos CTT na Vila da Luz, Sagres e Aljezur e de Carvoeiro no Município de Lagoa;

3. Dar conhecimento desta deliberação ao Presidente da República, Assembleia da República, Governo, Grupos Parlamentares, Administração dos CTT, entidade reguladora ANACOM, às autarquias locais das Terras do Infante e de Lagoa e à comunicação social.”

  • PARTILHAR   

Outros Artigos