(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Concurso AMAR A PRAIA _ 1º Prémio atribuido a Praia Molhe Leste, na ilha da Culatra

Concurso AMAR A PRAIA _ 1º Prémio atribuido a Praia Molhe Leste, na ilha da Culatra

Desenvolvido pela Associação Bandeira Azul de Ambiente e Educação (ABAAE), com o apoio da P&G Portugal, o Concurso AMAR A PRAIA destacou algumas das melhores práticas e soluções de sustentabilidade ambiental, aplicadas à gestão de zonas balneares marítimas e fluviais.

Os vencedores foram conhecidos na cerimónia anual da Associação Bandeira Azul.

Foi através do site ABAAE, que concessionários de todo o país partilharam as suas iniciativas sustentáveis, em áreas como a energia, água e resíduos, submetendo-as à votação da população que, juntamente com a Associação Bandeira de Ambiente e Educação, Agência Portuguesa do Ambiente (ARH´s), Direção Geral Autoridade Marítima, DRAAC, Direção Regional do Ordenamento do Território e dos Recursos Hídricos, Federação Portuguesa de Concessionários de Praia e Turismo de Portugal, elegeu os três projetos vencedores.

Os concessionários mais votados foram premiados com equipamento de apoio aos concessionários, incluindo peneiras de areal, compactador de latas, dispensador de cinzeiros e sistema de estacionamento de bicicletas.

1º Lugar: Energia Renovável no Concessionário Molhe Leste (Faro)

O 1º lugar da 3ª edição do concurso “AMAR A PRAIA” foi atribuido ao concessionário da Praia Molhe Leste, na ilha da Culatra, no Parque Natural da Ria Formosa, em Faro. Enquanto parceiros do projeto-piloto de transição energética Culatra 2030 - Comunidade Energética, o concessionário levou a cabo uma estratégia de sustentabilidade. Longe de qualquer fonte de eletricidade da rede, foram os primeiros a instalar um sistema fotovoltaico para produzir energia para a sua atividade. “Fomos os primeiros a instalar um sistema fotovoltaico para produzir energia para a nossa atividade com 8 painéis solares e 4 baterias de gel com cerca de 3 kW de capacidade. Mas ainda foi necessário usar um gerador para carregar as baterias em dias de maior consumo. Hoje aumentámos o nosso sistema para 12 painéis solares, 2 baterias de Lítio de 21 kW e um Inversor de 6 kW produzindo 100% da energia para a nossa atividade, contribuindo ativamente para a transição energética e a sensibilização dos nossos utentes”, explica Tiago Estrela Guerreiro, um dos responsáveis por este projeto. Em parceria com o projeto Culatra 2030, começaram a recolher latas de alumínio para implementação de um projeto de reciclagem, uma vez que “reciclar alumínio é uma prática sustentável que gasta 95% menos energia do que produzi-lo”.

2º Lugar: Agricultura Regenerativa (Alandroal)

Submetido a concurso pelo Municipio do Alandroal, o Restaurante "A Raya" na praia fluvial das Azenhas D’EL Rei, destacou-se pelo seu conceito de carbonização 0 e agricultura regenerativa. Este é um espaço de restauração que promove a sustentabilidade em toda a linha da sua atividade: conseguem não ter qualquer tipo de transporte, a não ser local e os produtos que são utilizados na cozinha não têm qualquer tipo de químicos ou adubos, promovendo um círculo de aproveitamento "onde nada se perde, nada se ganha, tudo se transforma".

3º Lugar: Biblioteca Digital (Grândola)

O Sublime Comporta Beach Club, entidade responsável pela concessão e restaurante da praia do Carvalhal foi destacado este ano pelo caráter inovador da sua estratégia de sustentabilidade ambiental que levou à introdução e alteração de alguns equipamentos de apoio. Com vista a promover a sensibilização e educação ambiental a todos os utentes da praia, o concessionário disponibiliza um QR Code para uma ‘biblioteca digital’ com diversos livros em formato digital. Foram ainda substituídos todos os equipamentos de madeira envelhecidos e deteriorados para apoio balnear, por equipamentos fabricados em plásticos mistos reciclados. Com uma forte aposta na inclusão de utentes, disponibiliza equipamentos anfíbios para permitir o acesso a banhos de mar por pessoas de mobilidade condicionada, com acompanhamento de nadadores-salvadores, nomeadamente, cadeira de rodas, canadianas e andarilho. Além de sessões de formação aos colaboradores e parceiros sobre as boas práticas ambientais, incrementou a limpeza mecânica do areal da praia e formou uma equipa de manutenção de limpeza permanente a fim de promover uma cultura de limpeza influenciando os banhistas.

Sónia Valentim, Diretora de Marketing e Comunicação da P&G Portugal destaca que “Na P&G a sustentabilidade está em tudo o que fazemos, temos uma estratégia e parcerias globais, que nos ajudam no nosso compromisso para com o ambiente e para com a comunidade, mas é através de iniciativas como esta que conseguimos ter um verdadeiro impacto local, apoiando e reconhecendo aqueles que têm um papel ativo na proteção do nosso planeta.”

  • PARTILHAR   

Outros Artigos