(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

CDU prestou contas e apresentou em Portimão compromisso eleitoral para o Algarve

CDU prestou contas e apresentou em Portimão  compromisso eleitoral para o Algarve

A CDU apresentou as principais linhas do seu compromisso eleitoral para as próximas eleições legislativas de 30 de Janeiro de 2022, no Teatro Municipal, O Tempo, em Portimão, numa sessão pública, bastante participada, que contou com a presença da cabeça de lista pelo Algarve, Catarina Marques e do deputado do PCP na Assembleia da República, João Dias.

Numa primeira intervenção, João Dias, deu conta da intervenção do Grupo Parlamentar do PCP nestes últimos dois anos, em que o Algarve não contou com nenhum deputado eleito pela CDU. Uma intensa intervenção política na região algarvia que abrangeu, entre outros exemplos, na defesa do Serviço Nacional de Saúde e da Escola Pública, na luta contra as portagens na Via do Infante e na exigência da requalificação da EN 125, na defesa do direito a produzir e viver na Ria Formosa, na exigência de respostas aos impactos da epidemia, na promoção do aparelho produtivo regional ou na ativa solidariedade com a luta dos trabalhadores.

Coube a Catarina Marques apontar as prioridades do compromisso eleitoral da CDU para o Algarve. A primeira candidata destacou que “O futuro do Algarve constrói-se com melhores salários, serviços públicos, diversificação da actividade económica, direito à habitação e ao transporte, protecção do meio ambiente. O Algarve não pode ser só um bom local para turistas. O Algarve precisa de ter condições para quem cá vive e trabalha.”

Destacam-se do compromisso eleitoral apresentado pela CDU as seguintes propostas:

Salários - O aumento geral dos salários (público e privado), incluindo do Salário Mínimo Nacional para 850€, a curto prazo, fixando o seu valor em 800€ em 2022; Combater a precariedade, valorizar carreiras e profissões;

Creches Gratuitidade das creches para todas as crianças e criação de uma rede pública de creches, alargando em 100 mil o número de vagas;

Pensões - Promover a actualização anual de todas as pensões com um valor mínimo de 10€ repondo o poder de compra, incluindo das que estiveram congeladas;

Saúde - Fixar e aumentar os profissionais de saúde no SNS através da opção de dedicação exclusiva dos médicos e enfermeiros; Combater o assalto dos grupos económicos privados ao SNS; Investir nos cuidados saúde primários e na construção do novo Hospital Central do Algarve e de novas instalações para o Hospital de Lagos;

Escola Pública - Combater a carência de professores, vinculando todos os professores com 3 ou mais anos de tempo de serviço; Reduzir o número de alunos por turma - um máximo de 19 para o 1º ciclo do ensino básico e até 22 no secundário;

Habitação - Combater a especulação, regular preços e assegurar estabilidade nos contratos de arrendamento por um período mínimo de 10 anos para novos contratos (por vontade do inquilino); Aumentar a oferta pública de habitação;

Transportes - Alargar a oferta de transportes (rodoviário e ferroviário); Fixar a progressiva gratuitidade dos transportes públicos (até aos 18 anos já em 2022); Requalificar a EN 125 e pôr fim às portagens na Via do Infante;

Ambiente - Defender a água pública, promover a produção local e regional, cuidar da floresta e prevenir incêndios, valorizar as zonas protegidas.

Economia - Diversificar a actividade económica, apostar no aparelho produtivo: pescas, agricultura e indústria; Diversificar os mercados turísticos e combater a sazonalidade.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos