(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2023 - Formações Profissionais

Câmara Municipal de Odemira aprova voto de pesar pelo falecimento de António Feliciano

Câmara Municipal de Odemira aprova voto de pesar pelo falecimento de António Feliciano

A Câmara Municipal de Odemira aprovou, por unanimidade, em reunião ordinária que decorreu no dia 22 de Dezembro, um voto de profundo pesar pelo falecimento de António Feliciano, tendo realizado um minuto de silêncio em sua homenagem.

Natural de Sabóia, António Feliciano ficou conhecimento no país como o “último projecionista ambulante”, tendo sido grande apaixonado e impulsionador da 7ª arte e fundador do Cinema GiraSol em Vila Nova de Milfontes. Foi agraciado com a Medalha Municipal de Mérito, em 2016, pelo Município de Odemira.

.

“VOTO DE PESAR

ANTÓNIO FELICIANO INÁCIO

Reunida a 22 de Dezembro de 2022, a Câmara Municipal de Odemira manifesta o seu mais profundo voto de pesar pelo falecimento de António Feliciano Inácio que nos deixa aos 83 anos.

António Feliciano como era conhecido, era natural de Sabóia e talvez tenha sido essa realidade de vida no interior do concelho e a sua paixão pela magia do cinema que o levou desde cedo a projetar filmes junto das comunidades locais, deslocando-se aos mais recônditos povoados, para que ninguém deixasse de ter acesso à denominada 7.ª Arte.

Para este grande Homem, que foi o último projecionista ambulante, “a cultura é para todos e deve chegar a todos”, e foi com base nessa máxima e com grande esforço que construiu em Vila Nova de Milfontes a primeira sala de cinema do concelho de Odemira: o Cineteatro GiraSol.

A sua história de vida foi sendo contada com direito a grandes reportagens, documentários como Cães sem Coleira, de Rosa Coutinho Cabral (1997) ou Cinema com Gente Dentro, de Rui Lamy e Diogo Vilhena (2007), até a uma canção da banda Azeitonas “Cinegirasol” com vídeo de animação stop motion.

Em 2016, o Município de Odemira atribuiu-lhe a Medalha Municipal de Mérito em reconhecimento da extraordinária ação em prole da comunidade enquanto agente da cultura, designadamente no cinema, junto da população odemirense, do Alentejo e até do país, ao longo de muitos anos.

Neste momento da sua partida, os eleitos da Câmara Municipal endereçam as mais sentidas condolências à família e amigos de António Feliciano, propondo 1 minuto de silêncio em sua homenagem.

Odemira, 22 de Dezembro de 2022”.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos