(Z1) 2022 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

Apresentação do Polo Tecnológico CELERATOR - Energias Renováveis

Autódromo Internacional do Algarve, Sexta-feira, 26 de Agosto, 15h30
Apresentação do Polo Tecnológico CELERATOR - Energias Renováveis

Uma iniciativa da Associação Parque Tecnológico do Algarve, Associação de direito privado, constituída pela Universidade do Algarve e pela Parkalgar, S.A., uma infraestrutura tecnológica para desenvolver a investigação, pesquisa, desenvolvimento e implementação de soluções energéticas, aplicáveis aos transportes e à mobilidade, acelerando a transição climática.

Programa

- Eng.º Paulo Pinheiro, Parkalgar

- Dr. Hugo Barros, UALG – CRIA, apresentação do projeto

- Dr. José Apolinário, Presidente da CCDR Algarve

- Dr. António Miguel Pina, Presidente da AMAL

- Professor Doutor Paulo Águas, Reitor da UALG

- Eng.ª Rita Marques, Secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços

- Dra. Isilda Gomes, Presidente da Câmara Municipal de Portimão

- Professora Doutora Ana Abrunhosa, Ministra da Coesão Territorial

O projecto apresentado pelo Celerator – Associação Parque Tecnológico do Algarve, no âmbito do Aviso Convite n.º ALG-46-2022-04, Infraestrutura Tecnológica, visa a dinamização de um novo Polo Tecnológico junto ao Autódromo Internacional do Algarve, dedicado às Energias Renováveis, denominado Polo Tecnológico no sector dos Transportes, Mobilidade e Soluções Energéticas.

A associação Celerator - Associação Parque Tecnológico do Algarve é uma associação de direito privado, constituída conjuntamente pela Universidade do Algarve e pela Parkalgar, Parques Tecnológicos e Desportivos, S.A. A associação assume como objecto social, a promoção da investigação e da inovação regional dando relevo à valorização do território e das infraestruturas, valorização económica e a operacionalização da transferência de conhecimento científico e tecnológico, optimização e o desenvolvimento de soluções aptas a dar respostas inovadoras no âmbito do sector dos transportes, da mobilidade e das soluções energéticas.

Configuram objectivos do projecto, o desenvolvimento de um Parque Tecnológico dedicado à investigação, desenvolvimento e implementação de soluções energéticas à base de hidrogénio verde e de combustíveis sintéticos, visando:

• a criação de um Polo Tecnológico com a construção de instalações incluindo laboratórios e centros de ensaios com 1.818 m2;

• a disponibilização de instalações de bancos de ensaio, para motores de Combustão Interna com e sem sistemas híbridos de energia acoplados;

• a instalação de Módulos para investigação de processo de criação e implementação de Pilhas de Combustível em meios de transporte convencionais;

• a criação de Unidades para investigação e desenvolvimento, e instalação de unidades para a reciclagem, com reutilização maximizada de baterias elétricas automóvel, em fim de vida;

• a instalação de uma unidade de investigação e desenvolvimento, com componente de comparação com unidade convencional, para motores Térmicos Otto, usando combustíveis sintéticos, para usos diversificados.

.

A aceleração da investigação e desenvolvimento de soluções e tecnologias nas áreas supramencionadas será desenvolvida em parceria pelos sistemas empresarial e científico e tecnológico, com os seguintes objectivos estratégicos:

• Soluções de transporte de mercadorias automatizadas, tornando a logística de transporte de equipamentos na indústria automóvel (entre fornecedores/fabricantes de OEM’s e as marcas montadoras de viaturas motorizadas) contribuinte líquido para a neutralidade carbónica;

• Requalificação e reciclagem de baterias elétricas de viaturas motorizadas e dos seus componentes;

• Investigação e desenvolvimento de soluções de integração de hidrogénio verde em combustíveis sintéticos.

.

Na génese desta infraestrutura tecnológica também a de soluções tecnológicas que serão desenvolvidas e colocadas no mercado, contribuindo para cumprir os compromissos de neutralidade carbónica assumidos por Portugal e pela União Europeia.

Como meta foi prevista a instalação de 5 empresas de sectores de alta e média-alta tecnologia e em serviços intensivos em conhecimento, instaladas na infraestrutura em 2024.

O investimento elegível associado é de 7.278.900,00 €, com um apoio FEDER de 4 000 000,00 € (o que corresponde a uma taxa de cofinanciamento de 55%).

  • PARTILHAR   

Outros Artigos