(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Ao terceiro dia ressuscitou a circulação na “Rotunda do Barco”

Ao terceiro dia ressuscitou a circulação na “Rotunda do Barco”

Rotura de conduta provocou caos no trânsito e faltou água no Complexo Desportivo Municipal e na Rua Dr. José Reis Júnior.

Esta semana abriu com mais uma rotura numa conduta em Lagos. Com efeito, na segunda-feira, dia 26 de Novembro, eis que se abre “uma cratera” junto à principal entrada da cidade de Lagos. Acresce que faltou água no Complexo Desportivo Municipal (Pavilhão, Piscinas e Estádio) dificultando a programação de treinos desportivos, bem como na PSP, moradores e comércio na Rua Dr. José Reis Júnior. 
Face a este incidente, foi fechada a circulação de veículos na Rotunda do Barco. Em consequência, o trânsito tornou-se caótico na Avenida Fonte Coberta, com desvios inevitáveis e tráfego confuso nas ruas Vasco da Gama, Humberto Delgado, José Tello Queirós e Palos de La Frontera.
A Urbanização Marina Sol parecia uma das artérias mais frequentadas da capital lisboeta. Situação semelhante só tinha acontecido quando foi decretado o fecho do troço da Rua Vasco da Gama (em frente ao antigo ciclo preparatório), numa ideia peregrina do ex presidente da Câmara Municipal de Lagos, Júlio Barroso. Apesar do desarranjo, os comerciantes da zona tiveram maior visibilidade, à semelhança do que sucedeu na recente prova de Rally. Pena é que a Marina Sol não fosse contemplada com iluminação de Natal. Porém, com estes últimos e mediáticos acontecimentos, talvez em 2019 a autarquia dê uma prenda à Marina Sol.
De registar que após um trabalho exemplar de várias equipas dos serviços da Câmara Municipal de Lagos, para além do fornecimento de água logo na terça-feira, de sublinhar que ao terceiro dia do incidente, a circulação na “rotunda do barco ressuscitou”. Com efeito, por volta das 15h30 de hoje, dia 28 (quarta-feira) o tráfego já fluía com normalidade. 
Todavia, fica aquela mancha de areia no local da rotura, à espera de “remendo adequado”, e se calhar seria uma oportunidade para requalificar o piso na dita rotunda, pois são bastante visíveis buracos e brechas que atrapalham os veículos e dão uma imagem algo negativa da emblemática entrada da cidade.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos