(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Arte Doce

Algarve 2030: Região do Algarve tem alocados 27 milhões de euros de fundos europeus para ajudar na eficiência energética de instalações e equipamentos públicos municipais e do setor social

Algarve 2030: Região do Algarve tem alocados 27 milhões de euros de fundos europeus para ajudar na eficiência energética de instalações e equipamentos públicos municipais e do setor social

O Programa Regional ALGARVE 2030 no âmbito do objetivo 2.1 – Promover a eficiência Energética e reduzir as emissões de gases de estufa prevê a mobilização dos seguintes tipos de ação:

  • Renovações integradas que tenham em consideração cada edifício e os respetivos sistemas no seu conjunto (em escolas, piscinas municipais e em outros equipamentos dos Municípios e Freguesias do Algarve)
  • Capacitação de atores territoriais para o desenvolvimento de ações de sensibilização, informação e planeamento associadas à Eficiência Energética e Transição Climática

Neste âmbito será igualmente possível apoiar investimentos de eficiência e de transição energética, bem como de redução de consumo de energia em áreas de Acolhimento Empresarial e equipamentos sociais geridos por IPSS e Misericórdias.

Face ao CRESC Algarve 2020 em que foram apoiados investimentos na ordem de 3,4M€ que se traduziram em 2,4M€ de financiamento dos fundos europeus, a região alocou 27 milhões de euros no ALGARVE 2030.

Face à relevância do tema da Eficiência Energética e tendo em conta que a transição climática é um forte compromisso no Programa Regional ALGARVE 2030, no dia 10 de julho pelas 14h30, na Fissul, em Silves, irá decorrer um Seminário Técnico dirigido aos Autarcas e Técnicos dos Municípios, Juntas de Freguesia, Empresas Municipais, Misericórdias e IPSS, de forma a dinamizar a elaboração e apresentação de candidaturas de eficiência energética das Autarquias , empresas municipais, IPSS e Misericórdias.

Para um Algarve mais verde e com menos carbono, em linha com o Pacto Ecológico Europeu e a Lei Europeia do Clima e o Plano Nacional de Energia e Clima (PNEC), as intervenções a apoiar pelo PR ALGARVE 2030 serão direcionadas para minimizar as vulnerabilidades da região às alterações climáticas e acelerar a descarbonização.

De acordo com o objetivo específico de promover a eficiência energética e reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, visa-se apoiar ações na área da Descarbonização da Administração Pública Local e da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), das IPSS e Misericórdias, que deverão ser exemplares no estímulo de uma utilização mais eficiente dos recursos, com redução de consumos de energia primária e redução das emissões de GEE.

Nesta sessão técnica a AREAL – Agência Regional de Energia apresentará um Plano de Ação integrado no estudo “Contributo da Região do Algarve para a Descarbonização”, da responsabilidade da CCDR Algarve, pioneiro a nível nacional, para a Descarbonização das instalações públicas municipais e das freguesias.

Pretende-se igualmente capacitar os principais atores territoriais, públicos e privados, no desenvolvimento de ações de sensibilização e planeamento associadas à transição climática e eficiência energética.

Consulte aqui o PROGRAMA.

Inscrição prévia (obrigatória) AQUI.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos