(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2021 - Concurso de Fotografia

Águas do Algarve faz donativo de 20.000 euros ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve

Águas do Algarve faz donativo de 20.000 euros ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve

Com a pandemia por COVID-19 instalada em todo o mundo, a Águas do Algarve tem vindo a acompanhar com preocupação e sentido de responsabilidade, a evolução da situação, principalmente na nossa área de atuação, i.e no Algarve. 

A segurança e a protecção pessoal, assume um papel de extrema importância para todos, mas principalmente para os profissionais de saúde, que estão mais expostos à infecção e que cumprem um papel crítico na identificação, notificação e gestão dos casos identificados com Covid-19.

Sobejamente conhecidas, são, infelizmente as necessidades hospitalares em todo o mundo, no âmbito do aumento da quantidade disponível de equipamentos de protecção individual e colectivos, para todos os profissionais de saúde que, directa ou indirectamente, estão envolvidos nas actividades relacionadas a Covid-19, de modo a se protegerem e impedir a transmissão do vírus, no ambiente de saúde.

No nosso país, infelizmente a situação não é diferente, tendo a Águas do Algarve tido conhecimento da necessidade de equipamento de protecção para os profissionais de saúde no Centro Hospitalar Universitário do Algarve.

Sensibilizada com esta situação, e consciente da importância deste material para os profissionais de saúde que devem de estar protegidos antes de qualquer um de nós, considerando que fazem parte da infraestrutura basilar de resposta a esta epidemia, a Águas do Algarve efectuou, em Maio, um donativo no valor de 20.000 euros, materializados na entrega de Equipamentos de Protecção Individual (EPI’s), nomeadamente máscaras, luvas e batas, cujas características deverão ser capazes de prevenir, controlar, reduzir ou eliminar riscos provenientes da actividade hospitalar, no actual contexto de pandemia pelo Covid-19.

Temos consciência da responsabilidade social que é necessária nestas circunstâncias tão especiais e de elevada vulnerabilidade, sendo essencial que todos nos mantenhamos unidos nesta “luta”, ajudando, consequentemente, quem trabalha diariamente para salvar vidas.

Vivemos numa realidade em que uma pandemia nos tem colocado a todos à prova, a um ritmo acelerado de acontecimentos. O que é hoje, já não é amanhã. É tempo de partilhar conhecimento, boas práticas e todas e quaisquer medidas que possam ajudar a reduzir o risco evitando a doença e a sua contínua propagação.

Não sendo um desafio fácil de gerir, será certamente ultrapassado com a colaboração de todos e de cada um nó de nós em consciência.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos