(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

“Pacote Mais Habitação - em que consistem as medidas aprovadas?”

“Pacote Mais Habitação - em que consistem as medidas aprovadas?”

A DECO informa…

Uma das medidas aprovadas consiste na atribuição automática de uma quantia com o valor mínimo de 20€ e máximo de 200€ mensais, correspondente à diferença entre o montante da renda mensal e o resultante da aplicação ao rendimento também mensal do inquilino com uma taxa de esforço máxima de 35%.

Isto significa que um casal com dois filhos com 2500€ de rendimento brutos e uma renda de 1200€ terá direito a um apoio mensal de 200€, uma vez que a taxa de esforço suportada ascende a 48%.

Quem beneficia deste apoio? Consumidores com:

  • rendimento anual igual ou inferior a 38.632,00€ (6.º escalão do IRS);
  • residência fiscal em Portugal, titulares de contrato de arrendamento, devidamente registado junto da Autoridade Tributária e celebrados até 15 de março de 2023;
  • uma taxa de esforço igual ou superior a 35%, isto é, com um valor de renda que corresponda a 35% ou mais do rendimento anual do agregado familiar.

E ainda consumidores que:

  • não estejam obrigados à entrega anual do IRS;
  • tenham rendimentos mensais de trabalho declarados à segurança social;
  • sejam beneficiários de algumas prestações sociais.

O apoio extraordinário é mensal, pago até ao dia 20. No entanto, se o montante do apoio for inferior a 20€ será pago semestralmente. O pagamento é feito por transferência bancária para o IBAN que está registado no sistema de informação da segurança social.

Em relação aos contratos de crédito habitação bonificados, este apoio é atribuído através de uma bonificação temporária de juros sempre que o indexante a que o contrato de crédito habitação está sujeito seja igual ou superior a 3% ou, em alternativa, quando se prevê que o aumento que venha a ter no futuro seja superior a 3%.

Neste caso, o valor da bonificação por cada contrato de crédito, é o montante máximo de bonificação anual corresponde ao valor de 1,5 IAS (60 euros por mês). Mas atenção: a este valor são deduzidos os benefícios fiscais com juros pagos nos empréstimos contratados até 2011.

Este apoio destina-se a consumidores que sejam titulares de um contrato de crédito habitação e que:

  • Tenham uma taxa de esforço acima dos 35%;
  • Sejam titulares de um empréstimo à habitação indexado à Euribor que tenha já ultrapassado os 3% de juros;
  • Tenham um empréstimo com taxa variável ou com taxa mista, mas que estejam a atravessar o período de taxa variável;
  • Tenham regularizado as prestações até ao momento;
  • Apresentem uma declaração de IRS do ano anterior que comprove que os rendimentos brutos totais do agregado familiar foram de até 38 632 euros (equivalente ao 6.º escalão do IRS;
  • Detenham património mobiliário cujo valor não ultrapasse a quantia de 29 786,66 euros.

A DECO Associação procura, através do seu Gabinete de Proteção Financeira, aumentar a resiliência dos consumidores, sensibilizar as famílias para a necessidade de adotarem soluções que lhes permitam combater a crise e promover comportamentos de poupança.

Conte connosco e contacte-nos através do gas@deco.pt ou por telefone através do 289 863 103.

  • PARTILHAR   

Outras Opiniões

: