(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

“Nintendo compromete-se a reparar gratuitamente as consolas de jogos Nintendo Switch?”

“Nintendo compromete-se a reparar gratuitamente as consolas de jogos Nintendo Switch?”

A DECO informa…

Na sequência de uma ação coordenada do BEUC, DECO e outras organizações de consumidores, iniciada em 2020 a Nintendo vai reparar gratuitamente as consolas da Nintendo Switch.

Em dezembro de 2020, a DECO, em conjunto com outras nove organizações de consumidores de França, Bélgica, Holanda, Itália, Noruega, Eslováquia, Eslovênia e Grécia, todas membros do BEUC (The European Consumer Organisation), desencadeou uma ação que visava questionar, e simultaneamente, alertar os consumidores acerca de um problema técnico recorrente com os comandos da consola Nintendo Switch, conhecido como “Joy-Con Drift”, logo após o lançamento da consola no mercado europeu, em março de 2017.

No seguimento dessa ação coordenada, foram recolhidos perto de 25.000 testemunhos, comprovando problemas relacionados com a curta durabilidade desses comandos da consola, que apontavam para uma situação de obsolescência precoce e a ausência de soluções de reparação adequadas.

Em Portugal, a DECO recolheu cerca de 200 testemunhos.

Perante estas denúncias, o BEUC, em representação das organizações de consumidores, emitiu, no início de 2021, um alerta junto da Comissão Europeia, evidenciando a importância de uma investigação às questões denunciadas.

De acordo com a informação divulgada pela Comissão Europeia, no seguimento desta ação, a Nintendo comprometeu-se agora a reparar gratuitamente as consolas de jogos que apresentem o problema que ficou conhecido como “Joy Con Drift”, conferindo uma garantia vitalícia para reparação dessa falha que afetava a utilização da consola, uma vez que segundo os relatos dos utilizadores perdiam o controlo do jogo através dos comandos, sendo que, em 88% dos casos, os comandos, deixaram de funcionar nos primeiros dois anos.

As organizações de consumidores envolvidas acreditam que este defeito poderá constituir um caso de obsolescência precoce. O anúncio deste compromisso pela Nintendo marca, dois anos depois, o encerramento formal do caso pela Comissão Europeia. Porém, e embora seja positivo que a ação desencadeada tenha levado a Nintendo a aceitar a reparação do defeito sem custos, o problema do ponto de vista da produção sustentável fica longe de estar ultrapassado, já que, na realidade, um produto com um problema de conceção que levou à sua falha prematura, continuará a ser vendido no mercado.

Defendemos que os fabricantes de produtos devem assegurar que os seus produtos sejam duráveis, não devendo adotar quaisquer práticas que, pelo contrário, visem diminuir a sua durabilidade. No entanto, como demonstra este caso, são necessárias medidas robustas que combatam o fenómeno da obsolescência precoce e alterações à legislação de forma a proteger os consumidores, prevenindo o fenómeno em primeiro lugar.

Se foi afetado pelo “Joy Con Drift”, saiba que a Nintendo aceitará a reparação sem custos, e caso tenha alguma dúvida ou problema contacte-nos.

  • PARTILHAR   

Outras Opiniões

: