(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Arte Doce

De cabeça erguida

De cabeça erguida

Eduardo Costa, jornalista, presidente da Associação Nacional da Imprensa Regional

“Foi impressionante sentir o apoio que todos os portugueses nos deram dentro e fora do estádio. Jamais esquecerei. Muito obrigado! Voltaremos mais fortes". Estas palavras de Danilo resumem o sentimento dos portugueses.

Saímos do ‘Euro’ de cabeça erguida.

Pepe e Diogo Costa merecem uma referência especial. Pepe foi o mais aplaudido e acarinhado. O mais velho jogador que alguma vez participou num Europeu (41). Os três penaltis que Diogo Costa defendeu garantiram a passagem à fase seguinte. Cristiano Ronaldo não foi feliz, mas, mesmo assim ajudou aos resultados, pois a presença ‘gastou’ muita atenção do adversário.

Fomos ler o que a imprensa europeia disse.

Em Espanha, a Marca começa por destacar uma selecção portuguesa que mostrou mais e teve mais oportunidades. Diz que Portugal propôs mais, teve melhores opções, “teve 120 minutos equilibrados com Portugal a merecer a passagem”.

Os britânicos do The Guardian apontaram que França passou depois de uma “tensa batalha”.

Em Itália, a Gazzetta dello Sport fala em “desperdício” da selecção portuguesa.

A imprensa francesa admitiu no insuspeito L’Equipe, que foi mais um jogo em que a França foi "pobre na eficácia ofensiva".

O selecionar português, o espanhol Martinez, disse que “caímos de pé”. Claro que a expetativa era a de chegar pelo menos às meias-finais. Mas, trágico seria termos caído na fase anterior. Valeu Diogo num dia inspirado.

Saber que há um reconhecimento generalizado de que merecíamos ir mais longe deixa-nos animados. Somos um país pequeno mas grande nos feitos de alguns de nós.

“Somos um país pequeno mas grande nós feitos de alguns de nós.”

  • PARTILHAR   

Outras Opiniões

: