(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe recebeu cerimónia de apresentação do DiVaM 2021 abrilhantada com concerto musical

Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe recebeu cerimónia de apresentação do DiVaM 2021 abrilhantada com concerto musical

A Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, no concelho de Vila do Bispo, recebeu na manhã do dia 23 de Maio, a cerimónia de abertura da 8ª edição do Programa Cultural DiVaM (Programa de Dinamização e Valorização dos Monumentos) este ano com o tema "Património, Comunidade e Inclusão". 

Após as boas-vindas de Luciano Rafael, na qualidade de director do monumento, a Directora Regional de Cultura, Adriana Freire Nogueira, apresentou o programa, a que se seguiu um Concerto no feminino, um projecto da Artis XXI, Associação de Educação Artística de Lagoa, com o "Concerto no Feminino", com Rute Gomes, na flauta transversal, e Ana Castanhito, na harpa.

O jornal Correio de Lagos marcou presença, registando-se também a participação de José Francisco Rodrigues em representação da Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio. Na ocasião, a Directora Regional aproveitou para parabenizar a instituição de Lagos pelos seus 90 anos celebrados a 1 de Maio. Curiosamente, ficámos a saber que Adriana Freire Nogueira, também tinha comemorado o seu aniversário na véspera deste evento na Igreja de Guadalupe, tendo sido presenteada com um ramo de flores no final da cerimónia.

Foi anunciado que o programa DiVaM integra 38 projectos, onde participam 36 associações culturais, num total de 61 actividades, a acontecer até ao final do ano. A temática “Património, Comunidade e Inclusão” constituiu o mote para a criação de vários projectos artísticos, culturais e educativos, a acontecer nos 3 monumentos afectos à Direcção Regional de Cultura do Algarve - Fortaleza de Sagres, Ermida de N.ª Sr.ª de Guadalupe e Ruínas Romanas de Milreu. O programa conta, ainda, com a colaboração das autarquias de Vila do Bispo e Faro, que desde a 1.ª edição se têm constituído como parceiros estratégicos para a concretização deste programa cultural.

Mas este ano há também menos monumentos – tudo se passará apenas na Fortaleza de Sagres e na Ermida de Guadalupe, no concelho de Vila do Bispo, e ainda nas Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi (Faro). Os restantes monumentos que costumavam integrar o DiVaM, por estarem sob a alçada da D. R. de Cultura, passaram recentemente para a responsabilidade das Câmaras Municipais: os castelos de Aljezur, Paderne e Loulé, e ainda os Monumentos Megalíticos de Alcalar (Portimão).

A coordenação do DiVaM é assegurada pela Maria Raquel Roxo. Além de outros colegas, a organização contou ainda com o apoio da Margarida Guerreiro, da área de comunicação da D. R. de Cultura do Algarve e Vanda Rita Oliveira no registo fotográfico.

Depois do espectáculo de abertura, a programação do DiVaM continuou no dia 5 de Junho, mas nas Ruínas Romanas de Milreu. Este monumento foi palco do projecto «PA’mim, PA’ti… Património», que pretendeu proporcionar novos olhares sobre o património de Milreu, dando enfoque especial à inclusão de grupos diversos.

O projecto incluirá outras actividades ao longo dos meses, como a oficina «Arqueólogo por um Dia!», dirigida ora a estudantes de artes e artistas estrangeiros residentes, ora a pessoas com deficiência auditiva, ou ainda a visita sensorial “Sentir Milreu”, dirigida ao público invisual. A promoção está a cargo da Lais de Guia – Associação Cultural do Património Marítimo.

Também em Junho, no dia 25, às 17h30, Milreu acolhe a ComClusão, uma exposição/instalação sonora, resultante de um projecto artístico que parte de uma reflexão sobre os conceitos de “inclusão” e “exclusão”. A concepção e curadoria é de Nicole Lissy e a sonoplastia de Miguel Neto, sendo promovida pela Amarelarte – Associação Cultural e Recreativa.

No dia 29 de Junho, às 17h00, as portas do monumento romano abrem-se aos «Espaços de Património, Sabedoria da Comunidade, Estratégias de Inclusão», diálogos em torno das expressões e saberes proverbiais, com Rui Soares e Marinela Soares, da Associação Internacional de Paremiologia.

Ainda em Junho, mas na Fortaleza de Sagres, no dia 13, às 18h00, apresentou-se o ensemble de sopros e percussão “Tradição Filarmónica”, da Sociedade Filarmónica Silvense, que propôs uma viagem musical pelas diversas sonoridades, desde a época medieval até à actualidade.

Este é apenas um primeiro resumo do DiVaM 2021, cuja programação completa está disponível no site do programa. Todas as actividades são de entrada livre, mas sujeita a inscrição obrigatória. Para mais informações, deve contactar fortaleza.sagres@cultalg.gov.pt ou 282 620 140, bem como milreu@cultalg.gov.pt ou 289 997 823.

.

In: Edição Impressa do Jornal Correio de Lagos nº368 · JUNHO 2021

  • PARTILHAR   

Outros Artigos