(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

Secretário de Estado da Juventude e Desporto visitou Lagos

Secretário de Estado da Juventude e Desporto visitou Lagos

O município recebeu ontem a visita de João Paulo Correia, Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, que se fez acompanhar por Custódio Moreno, Diretor Regional do Instituto Português do Desporto e Juventude (Delegação Regional do Algarve) e Marco Santos, presidente da Direção da FNAJ, Federação Nacional das Associações Juvenis.

Em périplo por terras algarvias, o titular governamental foi acolhido na Câmara Municipal de Lagos, onde tomou contacto com os projetos municipais dinamizados nas áreas da Juventude e do Desporto, com especial destaque para o Plano Estratégico para a Juventude (em elaboração), o Programa de Apoio ao Desporto (PAD), que enquadra o apoio ao associativismo local, os investimentos previstos em infraestruturas desportivas e os programas de promoção da atividade física e hábitos de vida saudável direcionados a todos os grupos etários da população, de que são exemplo os projetos “Pé no Pedal” e “Saúde em Movimento”.

Hugo Pereira, presidente da autarquia, sublinhou o forte apoio prestado ao associativismo local, através de um programa municipal que garante a sustentabilidade financeira dos clubes e cria as condições para que estes agentes se possam focar no essencial, que é ter mais praticantes e alcançar melhores resultados, diferenciando-se pelo mérito. Outro dos grandes propósitos desta política é, nas palavras do edil, garantir que todos sem exceção, independentemente da situação económica ou condição física, possam praticar desporto e/ou exercício.

João Paulo Correia deixou mensagens e informações importantes relacionadas com o âmbito das suas pastas, a começar pelas medidas que foram apresentadas no Fórum da Juventude das Nações Unidas, as quais têm como objetivo, mais do que simplesmente fazer ouvir a voz da juventude, sentar os jovens à mesa das negociações políticas que direta ou indiretamente lhe são dirigidas, uma vez que em todas as áreas governativas são tomadas decisões que têm impacto nas suas vidas e no seu futuro, acrescentando que esta medida já está a ser aplicada no plano governamental com a indicação de jovens para integrarem os conselhos consultivos nacionais das várias áreas governativas. O Secretário de Estado destacou ainda, como boas práticas, o Orçamento Participativo Jovem, um projeto que permite cativar os jovens para os movimentos orgânicos da esfera institucional, e a Assembleia Nacional do Parlamento dos Jovens, bem como as que se apresentam no âmbito da Rede Nacional de Municípios Amigos da Juventude.

No campo desportivo João Paulo Correia destacou a importância do princípio do “Desporto para Todos”, no sentido etário e da condição física, mas também como instrumento de promoção da integração dos cidadãos estrangeiros, e a necessidade de se promover uma maior igualdade, garantindo não só que mais mulheres praticam desporto, mas também incentivando a que existam mais lideranças femininas neste universo. Os números parecem apontar nesse sentido, já que, segundo os dados partilhados nesta sessão pelo titular da pasta governativa, atualmente Portugal tem cerca de 700 mil atletas federados, com o crescimento no ano 2022 (face a 2019) a ser alcançado muito à custa do aumento das praticantes femininas.

A proteção de crianças e jovens no desporto é outra das áreas em que o Secretário de Estado se mostrou empenhado, revelando estar a ser preparado um pacote de medidas que prevê a criação, nos municípios, da figura do “agente local de proteção de crianças e jovens no desporto” que será responsável por garantir a proteção nas áreas social, de combate ao assédio e da escolaridade, entre outras. Neste âmbito passará, também, a ser obrigatório a apresentação do registo criminal por parte dos agentes desportivos.

A finalizar a sua intervenção, João Paulo Correia deixou, ainda, uma nota sobre a importância da Rede Nacional de Escolas UAARE (Unidades de Apoio ao Alto Rendimento nas Escolas), em que Portugal é pioneiro, contando atualmente com 23 unidades, entre as quais a Unidade do Agrupamento de Escolas Júlio Dantas cuja instalação e apetrechamento foi apoiada pelo município. Esta rede, que representa um investimento anual de 800 mil euros, visa garantir a conciliação do sucesso escolar e desportivo, de modo a evitar que os alunos que são simultaneamente atletas de alta competição tenham de abdicar da sua carreira desportiva para ter sucesso educativo ou que fiquem prejudicados na sua vida escolar e académica pelas exigências do treino e da competição desportiva.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos