(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir
(Z4) 2024 - CM Lagos - Programa Vacinação Infantil

AF Algarve acolheu Fundação do Futebol em Albufeira

AF Algarve acolheu Fundação do Futebol em Albufeira

Na estrada para celebrar as raízes do futebol, o projeto “Liga-nos o Talento” da Fundação do Futebol – Liga Portugal esteve, este sábado, no Algarve. 

Na loja Continente Modelo de Albufeira, Beto Pimparel, embaixador da Liga e vogal do Conselho de Administração da Fundação fez a entrega simbólica de 20 bolas e, com o apoio institucional da Missão Continente, de um apoio financeiro de 2 mil euros a Reinaldo Teixeira, presidente da Associação de Futebol do Algarve (AFA).

Inserida num roteiro que está a percorrer as vinte e duas Associações Distritais e Regionais de Futebol, a cerimónia contou também com a presença de Helena Pires e Rui Caeiro, CEO e diretor executivo da Liga, respetivamente, bem como de José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, João Pedro Gomes, vice-presidente da AFA, e Leonel Ventura, em representação da Missão Continente.

Reinaldo Teixeira enalteceu o gesto: “Em boa hora iniciaram este projeto. É agradável receber as bolas e o cheque, mas, muito mais do que isso, é o espírito, a intenção, a iniciativa; é tudo aquilo a que a Liga e a Fundação do Futebol nos têm vindo a habituar, ao passar esta mensagem para este universo do futebol. Sabemos bem a importância que tem o futebol profissional, não só na parte económica, o peso que tem no nosso PIB, mas no peso que tem no incentivo aos meninos e às meninas para a prática do desporto, neste caso, do futebol. Podemos dizer que o futebol tem este universo de milhões que praticam e, destes, apenas uma pequena percentagem chega ao nível profissional. Mas, vejamos a parte social, da saúde, e por isso digo que o que se faz nos clubes é um trabalho público de formar jovens, os homens de amanhã. Esse papel da Liga de vir junto das associações, de forma a que estas incentivem os seus clubes para que haja mais meninos e meninas a praticar desporto e a encontrar neles o talento é muito meritório. Parabéns, também, ao Continente pela visão de se associar à Liga Portugal com a Missão Continente no estreitar desta ponte entre o futebol profissional e a formação. Reconhecemos, igualmente, a escolha do Município de Albufeira, capital do turismo do Algarve, que é, simultaneamente, uma autarquia muito empenhada no apoio aos clubes, a exemplo de quase todas as autarquias da região e do País”.

As ADR são “o presente e o futuro”, sintetizou Beto Pimparel. “Esta é mais uma iniciativa de extrema relevância por parte da Liga Portugal, primeiro, no sentido de reconhecer o excelente trabalho que todas as associações têm feito no futebol português, nomeadamente, na formação. Este é mais um dia em que a Fundação do Futebol reconhece esse trabalho, no caso, da AF Algarve, simbolizado no cheque do Continente e na oferta de bolas para o berço do futebol, que é a formação. Estou orgulhoso por fazer parte deste projeto.”

Rui Caeiro, diretor executivo da Liga Portugal, saudou mais esta etapa do roteiro pelas raízes do futebol: “Liga-nos o Talento dando sequência a este périplo de ligação do futebol profissional ao não profissional, que tem um papel determinante na construção deste ecossistema que é o futebol português. Aproveito a oportunidade para agradecer ao Continente, nosso parceiro neste desafio e, obviamente, também ao Algarve por nos receber, e uma palavra para a AF Algarve, que muito tem contribuído para o desenvolvimento do futebol.”

Já José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, congratulou-se pela iniciativa: “Em primeiro lugar, quero agradecer o facto de me convidarem para testemunhar esta singela, mas muito simbólica cerimónia que envolve um conjunto de valores fundamentais para a formação dos jovens. Quero felicitar a Liga Portugal e o Continente por se associar a esta ação. Na Câmara Municipal de Albufeira, temos apoiado grandemente os clubes desportivos, no futebol e não só, no sentido de incentivar a formação dos jovens. Por isso, Albufeira é um concelho muito pequeno em área geográfica, mas, ao nível dos inscritos na AF Algarve, é dos que mais jogadores tem, o que nos satisfaz, porque entendemos que estas verbas disponibilizadas aos clubes são um investimento, não uma despesa. Não é um investimento em alcatrão, em cimento, em tijolos, mas é um investimento nas pessoas.”

Por sua vez, Leonel Ventura destacou a importância desta parceria com a Missão Continente: “Para o Continente de Albufeira é um privilégio estar nesta iniciativa, que vem ao encontro do que é a Missão Continente. Através do futebol, podemos fazer uma ponte para chegar muito mais perto das pessoas, para as apoiar, que é o que a Missão Continente tem feito, nestes 20 anos. Este é um dos nossos objetivos, faz parte do ADN da Sonae”, concluiu.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos