(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

São Martinho celebrado com magustos e animação por todo o concelho de Albufeira

São Martinho celebrado com magustos e animação por todo o concelho de Albufeira

É já no dia 11 que se celebra a data do santo associado à partilha e às colheitas de Outono, pelo que nas freguesias do concelho de Albufeira, São Martinho vai ser celebrado em cada freguesia: nas Ferreiras a festa começa às 16h00, no parque de estacionamento do Complexo Desportivo da Nora, em Paderne na Praça Comendador António Libânio Correia, das 14h00 às 20h00 e na Guia às 16h00, no Mercado Municipal. “Quentes e boas” vão saltar das fogueiras para cumprir a tradição do magusto, regado com jeropiga ou água-pé, ao som de música ao vivo. Lá diz o ditado, “no dia de São Martinho, lume, castanhas e vinho”.

Voltando a cumprir uma das mais ancestrais celebrações do calendário de Outono, Albufeira vai multiplicar as fogueiras para honrar São Martinho, lembrado todos os anos a 11 de Novembro. Como já é habitual em Albufeira, a data vai ser assinalada com o típico magusto e castanhas assadas, um pouco por todo o concelho.

Na Freguesia de Ferreiras, o magusto tem início às 16h00, no parque de estacionamento do Complexo Desportivo da Nora, com a actuação da cantora Rosinha, juntamente com o acordeonista Humberto Silva. A todos os que se juntarem ao magusto, poderão desfrutar de castanhas assadas e de água-pé!

Em Paderne, o programa estende-se das 14h00 às 20h00, na Praça Comendador António Libânio Correia (Praça Nova), onde os presentes, para além de terem a oportunidade de desfrutarem das castanhas, podem ainda participar numa prova de vinhos.

Na freguesia da Guia, o magusto tem lugar às 16h00, no Mercado Municipal. Haverá uma mostra de vinhos da Freguesia, castanhas assadas, música ao vivo e muita animação.

Reza a lenda que um soldado romano de nome Martinho, ao caminhar para a sua terra natal, cruzou-se com um mendigo que lhe pediu esmola. O soldado decidiu rasgar metade da sua capa e entregou-a ao mendigo, como um acto de generosidade. Face a este acontecimento, reza a lenda que nesse momento, abriu-se um sol de verão, afastando o frio que se fazia sentir, como recompensa da bondade do soldado. Este acontecimento ficou marcado como o “verão de São Martinho”, sendo recordado e celebrado até aos dias de hoje.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos