(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Um concelho a descobrir

Excepcional vegetariano

Excepcional vegetariano

Por vezes, quem escuta as suas conversas e trocas de argumentos mais ou menos acesos e empolgados, até poderá ter alguma dificuldade em perceber que todos eles (falamos dos humanos) apreciam uma boa e excepcional refeição, que satisfaça não só em termos de paladar, como também e, fundamentalmente, que permita a reposição dos elementos essenciais à nossa vida.

De forma simplista, uma parte maioritária da humanidade é omnívora, ou seja, a sua alimentação é diversificada, assentando no consumo das mais variadas carnes, mas também de legumes, de vegetais e de frutos.

Outros há que optam por comer apenas alimentos de origem vegetal (são comumente chamados vegetarianos).

E, outros ainda, para além de se absterem na sua dieta de todo e qualquer uso de produtos de origem animal, procuram excluir, na medida do possível, o uso de qualquer produto de origem animal, até mesmo no vestuário (as pessoas que tomaram esta opção de vida são conhecidos por veganos).

Aqui chegados, importa afirmar que não faz qualquer sentido perder-se tempo a tentar perceber quem está certo ou errado, nas suas escolhas alimentares.

As opções da dieta de cada um, deveriam ou deverão ser prosseguidas em função do seu gosto e das suas necessidades fisiológicas. Nunca por qualquer tentativa de imposição, ou de uns e outros acharem o que é o mais correcto, o melhor, na comida.

Vem esta questão a propósito de uma excepcional refeição vegana que nos foi servida no passado mês de Agosto, no restaurante do Eco Resort do Vale da Lama, em Odiáxere.

Sendo este vosso escriba omnívoro, é com um prazer enorme nas papilas gustativas que partilha com os seus parceiros, em vídeo a maravilha do que lhe foi dado a provar:

https://youtu.be/6mES9sTg8Kw

Hoje, não queremos deixar de dar a conhecer a receita de uma «Feijoada à Frentemontana», em tudo semelhante à conhecida Feijoada à Transmontana, excepto pela ausência de carnes, sabor que será substituído pelos vários «adubos» (se bem que a falta do sabor da proteína animal possa tornar a primeira prova um pouco estranha).

Os produtos vegetais podem ser comprados nos mercados locais, que se realizam em Lagos.

* De véspera, põe-se de molho, em água fria, num recipiente, o feijão encarnado previamente lavado. *

Aloira-se a cebola com o azeite e junta-se-lhe o feijão com a água em que cozeu (que não deve ser muita).

* Rectifica-se o sal e junta-se salsa, louro, um dente de alho picado, uma malagueta, colorau, cravinho e cominhos.

* Apura em lume muito brando.

* Acompanha com arroz de forno bem seco.

E... bom-apetite!

Epicuro

  • PARTILHAR   

Outros Artigos