(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Marchas Populares

Entrega dos prémios “Sophia Estudante 2023” decorreu no passado domingo no auditório municipal de Albufeira

Entrega dos prémios “Sophia Estudante 2023” decorreu no passado domingo no auditório municipal de Albufeira

 A 9ª edição dos Prémios Sophia Estudante, esteve a decorrer em Albufeira, de 2 a 5 de março de 2023, no Auditório Municipal e na Galeria Municipal João Bailote.

Durante a Cerimónia de Entrega dos Prémios, que contou com a apresentação da atriz Dalila Carmo, o presidente da Câmara Municipal de Albufeira disse estar muito feliz pela realização desta segunda edição dos prémios “Sophia Estudante 2023”, evento que à semelhança do ano passado atraiu centenas de jovens das escolas do concelho ao Auditório Municipal. José Carlos Rolo frisou que o futuro do cinema português reside nos jovens que participam nestes concursos, sendo que o evento é, também, uma excelente oportunidade para os jovens de Albufeira verem bons filmes, assistirem a debates e workshops com especialistas e, quiçá, entusiasmarem-se com a profissão”.

Das 39 curtas-metragens a concurso na edição de 2023 foram distinguidas 15 e duas receberam menções honrosas.

Na categoria de Melhor Curta-Metragem de Animação, “A Semente que Palpita” de Marta Ribeiro, Alice Afonso, Tiago Pimenta e Laura Pires, Universidade do Algarve foi a vencedora. Esta categoria contou ainda com “Juni e Evy” de Matilde Senos, University for the Creative Arts e “TUNDRA” de Daniel Monteiro da Escola Superior de Media Artes e Design em ex aequo no segundo lugar.

“Enquanto houver Ovelhas” de João Mendes Pinto da Universidade Católica Portuguesa – Escola das Artes foi o vencedor na categoria de Melhor Curta-Metragem Documentário. “Panem Aurorae” de Inês Catita, Universidade Católica Portuguesa – Escola das Artes, e “Natan” de Cátia Alpedrinha e Catarina Eduardo, da ETIC – Escola de Tecnologias, Inovação e Criação, ocupam o segundo e terceiro lugar, respetivamente. Foi ainda atribuída uma menção honrosa a ”Um Dia Um Rio” de Diana Caneira, da Escola Superior de Arte Design das Caldas da Rainha do Politécnico de Leiria.

O prémio de Melhor Curta-Metragem Experimental foi entregue a Diogo Bento da Universidade Lusófona pela realização de “Esqueci-me que tinha Medo”. “City Life” de Afonso Carreira e Raul Reis, da ETIC, e “O Tempo Escreve a Vermelho” de Patrícia Fernandes, da Universidade da Beira Interior, ocupam o segundo e terceiro lugares, respetivamente.

“Encoberto”, de Rodrigo Rebello de Andrade, da Escola Superior de Teatro e Cinema foi o vencedor na categoria Melhor Curta-Metragem de Ficção. O segundo lugar foi ocupado por “O Tempo e a Vontade de Ficar” de Henrique Linhales Rangel, da Universidade da Beira Interior, e “Vanette” de Maria Beatriz Castelo, da Universidade Lusófona, ficou na terceira posição.

O prémio de Melhor Curta-Metragem de Mestrado e Doutoramento foi para “Corpo e Paisagem” de Raquel Medeiros, da Escola Superior Artística do Porto (ESAP). Na segunda posição ficou “O Abafador” de Silvana Torricella da Escola Superior de Media Artes e Design, enquanto “Midnight Glow” de Pedro Hasrouny, da Universidade Lusófona, recebeu o prémio do terceiro lugar. A Academia Portuguesa de Cinema atribuiu ainda uma menção honrosa à curta-metragem “O Que Ainda Não Tem Nome” de Cybelle Mendes, da Universidade da Beira Interior.

Na categoria de Melhor Cartaz, o vencedor foi “Tundra” de Daniel Monteiro da Escola Superior de Media, Artes e Design. “Faísca” de Laura Equi, da Escola Superior de Educação e Comunicação da Universidade do Algarve ficou em segundo lugar, enquanto “The Space in Between” de Joana Dantas, da Universidade do Minho, e “Utopia” de Beatriz Carmo e Carlos Brás, da ETIC – Escola de Tecnologias, Inovação e Criação, ficaram em ex aequo no terceiro lugar.

Refira-se que os primeiros classificados das categorias Animação, Documentário, Ficção e Experimental ficam assim entre os candidatos a nomeados para o Grande Prémio Sophia Estudante, que será entregue na cerimónia dos Prémios Sophia 2023, a realizar a 21 de maio no Casino do Estoril.

Recorde-se que os Prémios Sophia Estudante regressaram pelo segundo ano consecutivo a Albufeira, que nesta segunda edição recebeu cerca de 200 participantes. Durante o fim-de-semana, os jovens cineastas puderam assistir a uma masterclass de João Nunes, “Work in Progress: A escrita audiovisual no Século XXI”; um debate sobre a importância da escrita para as imagens em movimento com a colaboração da Associação Portuguesa de Argumentistas e Dramaturgos, intitulado “No Princípio era o Verbo” e também à conversa “Mitos e Lendas”, com Frederico Serra e Nuno Soler, onde se discutiu a adaptação do mundo para cinema e televisão

  • PARTILHAR   

Outros Artigos