(Z1) 2024 - CM de Aljezur - Aljezur Sempre
(Z4) 2024 - CM Lagos - Arte Doce

Alice no País do Lixo com estreia marcada no Centro Cultural de Lagos

Alice no País do Lixo com estreia marcada no Centro Cultural de Lagos

O espectáculo vai estrear nos dias 23, 24 e 25 de Fevereiro de 2023 no Centro Cultural de Lagos e conta com sessões para escolas e para famílias/público em geral.

Este é um espectáculo de dança-teatro que conta a viagem de uma menina de 8 anos por um mundo incrível e estranho. Tomando o mundo surreal e imaginativo de Alice No País Das Maravilhas como inspiração e ponto de partida, Alice no País do Lixo toma um olhar lúdico e crítico sobre os restos da atual sociedade de consumo: os nossos resíduos.

A sociedade de consumo e os seus diferentes aspectos têm sido tópicos recorrentes no trabalho da artista Maria Clara Villa-Lobos desde 2000. Com Alice no País do Lixo, a artista pretende abordar estas questões sociais e ambientais dirigidas às crianças, de uma forma lúdica e criativa. Ela gostaria de as sensibilizar das consequências da sociedade de consumo que nos leva a criar sempre mais e mais desperdício no planeta, poluindo os nossos oceanos, espaços naturais e urbanos do mundo inteiro.

.

DURAÇÃO aprox. 70mins/ DIREÇÃO ARTÍSTICA Maria Clara Villa-Lobos/ FIGURINOS Anne Ruellan / CENOGRAFIA Isabelle Azaïs / COMPOSIÇÃO MUSICAL Max Vandervorst / DESENHO DE LUZ Gaspar Schelck / adaptação João Fontinha

.

Alice é uma rapariga de oito anos que vive num país desenvolvido. Como muitas meninas da sua idade, tem muitos brinquedos e coisas com que brincar, mas sendo filha única, ainda se aborrece sozinha. O que Alice realmente adoraria ter era um animal de estimação, um animal real, verdadeiro! Não mais um como as dezenas de animais de peluche que já tem. No seu oitavo aniversário, Alice pede um animal de estimação mas recebe mais um animal falso, um grande coelho branco. À noite, enganada e zangada, atira o brinquedo discretamente para o lixo e vai dormir...

Sentindo-se culpada, acorda de repente e enquanto procura o coelho no caixote do lixo, cai dentro dele. Estranhamente, o caixote do lixo é muito profundo e Alice cai e continua a cair até aterrar numa montanha de lixo… numa terra imaginária onde o lixo se espalhou por toda parte. Alice tenta desesperadamente procurar o brinquedo perdido na montanha de lixo, o que não é tarefa fácil.

Assim começa uma aventura neste país do lixo onde Alice vai encontrar criaturas estranhas e lugares misteriosos como o Sétimo Continente, o Lixo Dançante, o Monstro do Saco de Plástico, os Gémeos Obesos, o Cisnes Negro, o Rei de Wasteland entre outros… Inspirando-se no trabalho de artistas visuais que fazem uma utilização criativa dos resíduos, bem como no famoso livro de Lewis Carroll, em Alice no País do Lixo Maria Clara Villa-Lobos leva o público nesta viagem ao mundo de resíduos analisando os seus diversos aspetos, não só o lado negativo, mas também o criativo e transformador.

.

O projecto, em co-produção com a XL PRODUCTION e a Câmara Municipal de Lagos, conta com apoio da Arte & Ambiente de Direcção-Geral das Artes, Junta da Freguesia de São Gonçalo de Lagos, Turismo do Algarve, Casa Vale da Lama, Projecto Novas Descobertas, Associação de Dança de Lagos, Messe Militar de Lagos, Estúdios Victor Córdon e Moldopóli.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos