(Z1) 2022 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2022 - Projecto Águas Sem Fronteiras

Campanha de angariação de fundos a favor da UNICEF para ajudar crianças vítimas da guerra na Ucrânia

Campanha de angariação de fundos a favor da UNICEF para ajudar crianças vítimas da guerra na Ucrânia

  • A Fundação Santander Portugal, as Fundações EDP de Portugal e Espanha, e a Escuela de Música Reina Sofía, apoiam o trabalho da UNICEF junto das crianças ucranianas;
  • O concerto solidário terá lugar no dia 5 de Setembro, às 19h00, na Central Tejo, em Lisboa;

A Fundação Santander Portugal, as Fundações EDP de Portugal e Espanha, e a Escuela Superior de Música Reina Sofía – Fundación Alberniz (ESMRS) unem esforços para a realização de um concerto solidário, de apoio ao trabalho da UNICEF na Ucrânia, especialmente a favor das crianças afectadas pela guerra naquele país. Paralelamente, é ainda promovida uma angariação de fundos em que o valor de cada contribuição individual será duplicado pela Fundación EDP Espanha e pela Fundação Santander Portugal.

Com a participação de músicos bolseiros das fundações da EDP e do Santander – Ana Ferraz, flauta (Bolseira Fundación EDP); Rafael Antonio Kyrychenko, piano (Bolseiro Fundação Santander Portugal); Nuno Coroado, contrabaixo (Bolseiro Fundação Santander Portugal) –, em conjunto com o Quarteto de Matosinhos e os alunos da Escuela Superior de Música Reina Sofia, o concerto terá lugar a partir das 19h00 do dia 5 de Setembro, na Central Tejo, em Lisboa.

A verba angariada reverte integralmente a favor da UNICEF, que a fará chegar de diversos modos a crianças vítimas da guerra na Ucrânia. A lotação do espectáculo já está completa.

Seis meses após o início da guerra, as necessidades humanitárias continuam a multiplicar-se à medida que os combates prosseguem. O conflito na Ucrânia já destruiu infraestruturas civis essenciais como hospitais, redes de distribuição de água, escolas e orfanatos, para além de inúmeras habitações particulares, num país onde as minas terrestres também representam uma grande ameaça para a vida das crianças. Neste momento, 5,2 milhões de crianças ucranianas precisam de apoio humanitário urgente.

A UNICEF trabalha activamente no terreno, todos os dias, para garantir que crianças e suas famílias recebem a ajuda que necessitam através, nomeadamente, da distribuição de água potável e serviços de higiene e saneamento em instalações como unidades de saúde e escolas em locais comunitários e em comunidades de acolhimento. A resposta da agência das Nações Unidas para a infância passa também pelo fornecimento de equipamento médico e cirúrgico e medicamentos; distribuição de roupas adequadas para crianças de todas as faixas etárias, assim como cobertores e kits de higiene para famílias; formação destinada aos profissionais no terreno – para permitir que identifiquem crianças em situação vulnerável e prevenir casos de abuso e exploração sexual –, e a professores e voluntários - para poderem prestar apoio emocional e psicossocial e adquirirem as competências necessárias para criarem planos de emergência -; e distribuição de tendas, colchões e outros artigos multiusos.

A UNICEF tem ainda no terreno Pontos Móveis de apoio aos refugiados, nas fronteiras da Moldávia, Polónia e Roménia, para prestar assistência urgente e identificar as crianças que viajam sozinhas, apoio psicossocial, entre outros serviços essenciais.

Beatriz Imperatori, Directora Executiva da UNICEF Portugal, sublinha que “esta iniciativa promovida pelas Fundações EDP de Portugal e Espanha, a Fundação Santander Portugal e a Escuela Superior de Música Reina Sofía – Fundación Albéniz, espelha o poder mobilizador e transformador das empresas. O facto de esta acção ter na sua génese um programa de desenvolvimento de crianças e jovens, associando a educação, o desenvolvimento pessoal e a cultura a uma causa humanitária urgente faz deste concerto um momento muito especial de solidariedade. A UNICEF agradece a confiança e o reconhecimento pelo trabalho realizado, será um momento de esperança para todas as crianças ucranianas.”

A Fundação Santander Portugal tem apoiado o povo ucraniano de diferentes formas. Em parceria com a Paróquia do Campo Grande, organizou uma viagem de avião fretado para trazer 178 refugiados ucranianos da Polónia para Portugal. E, para apoiar a sua integração no nosso País, lançou 500 bolsas para um curso de português na Universidade Aberta.

Para a presidente da Fundação Santander Portugal, Inês Oom de Sousa, “esta angariação de fundos para a UNICEF e o concerto solidário são mais uma forma de ajudarmos os refugiados ucranianos e as suas famílias: sempre que apoiamos causas sociais, sobretudo com esta actualidade, a favor das crianças vítimas da guerra na Ucrânia, sinto que toda a equipa e todos os nossos colaboradores ficam muito entusiasmados, todos querem contribuir”.

E conclui: “queremos continuar a assumir este papel de sinalizar e agregar diferentes instituições da sociedade, também para apoiar projectos e iniciativas a favor de quem mais precisa. É o que estamos a fazer de novo agora e é um orgulho enorme termos parceiros como as fundações da EDP em Portugal e em Espanha e a Escuela de Música Reina Sofia, com os músicos extraordinários que são nossos bolseiros”.

A Escuela Reina Sofía dedica-se desde 1991 a apoiar os jovens músicos mais talentosos no seu desenvolvimento pessoal e artístico, ao mesmo tempo que leva a melhor música a todos os públicos. Para a presidente da Escola, Paloma O’Shea, "a música une pessoas e instituições, porque é uma língua universal que transcende línguas e fronteiras. Agora, a música uniu a Escuela Reina Sofía com a Fundación EDP e a Fundação Santander Portugal em torno da UNICEF e das crianças vítimas da guerra na Ucrânia. Para a Escola, é uma satisfação e um privilégio."

Para o presidente da Fundación EDP, Manuel Menéndez, esta iniciativa “reforça o compromisso da Fundación EDP com a cultura e a educação, importantes instrumentos de inclusão social e que, neste caso, ganham especial relevância, ao servir um propósito maior, o de apoiar crianças vítimas de guerra”.

Esta acção soma-se a um conjunto de outras que a EDP tem vindo a promover desde o início da guerra, onde foram mobilizados recursos e equipas em várias geografias. Foram desenvolvidas diversas iniciativas, desde a contribuição directa a acções de angariação de donativos para organizações que estão a fazer trabalho humanitário na Ucrânia.

A EDP tem também levado a cabo a oferta de equipamentos necessários na Ucrânia e de energia a famílias que façam o acolhimento de refugiados em Portugal. Com contribuições que representam um investimento directo da EDP, dos seus colaboradores e clientes, o grupo tem estado a dar resposta a este desafio de uma forma coordenada

Os donativos podem ser efectuados aqui: https://donativos.unicef.pt/campanha/emergenciaucrania-edp/.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos