(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching

Município de Lagos: Regulamento de utilização e cedência de viaturas municipais vai ser revisto

Município de Lagos: Regulamento de utilização e cedência de viaturas municipais vai ser revisto

Melhorar a gestão do parque automóvel do Município de Lagos é o objectivo da alteração ao "Regulamento de Utilização e Cedência de Viaturas Municipais" que a autarquia lacobrigense pretende levar a efeito. O assunto foi levado à última Reunião de Câmara, que decidiu dar início ao procedimento de alteração.

Nas palavras da Câmara Municipal de Lagos (CML), esta decisão surge na sequência da «adopção de um novo sistema de gestão de frotas» e da «instalação de dispositivos de GPS em todas as viaturas municipais», a fim de permitir a sua geolocalização – soluções que visam a centralização da gestão, assim como uma melhor planificação, optimização e racionalização dos recursos. Evitar o subaproveitamento das viaturas e o desperdício ou desvio de recursos é o grande objectivo destas acções.

Mas a eficiência da gestão passa também por «olhar para a frota? e, em concreto, para a «média de idades das viaturas e respectivos custos de manutenção». Por isso, em 2021 está planeado dar continuidade ao programa de requalificação e reestruturação da frota municipal iniciado em 2018, o qual tem como prioridade «a renovação da frota de viaturas dedicada à higiene urbana». No ano passado, segundo a CML, foram adquiridas três novas viaturas, e este ano serão mais duas: uma para recolha de resíduos e outra destinada a trabalhos de lavagem, limpeza e aspiração de pontos de recolha bem como de espaços urbanos.

A frota automóvel municipal é constituída por ciclomotores, veículos ligeiros (de passageiros, mercadorias e mistos) e veículos pesados (de passageiros, mercadorias e especiais). Para além da utilização pelos serviços e trabalhadores municipais, no âmbito das funções e competências que lhes estão atribuídas, algumas viaturas são também cedidas a entidades externas como instituições de utilidade pública, associações culturais, desportivas, recreativas, humanitárias e de assistência, outras entidades sem fins-lucrativos, estabelecimentos de Ensino e juntas de freguesia.

Este é um apoio «que faz a diferença na realização das actividades programadas pelas referidas entidades», afirma o Executivo da CML. Só aos clubes desportivos do concelho, a Câmara Municipal de Lagos aprovou, na presente época desportiva, a cedência de transportes numa grandeza de 141,9 mil quilómetros, «os necessários» para que as equipas e atletas possam fazer as suas deslocações e participar nas competições oficiais das respectivas modalidades.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos