(Z1) 2020 - CM de Vila do Bispo - Birdwatching
(Z4) 2021 - Reduzir o Desperdício

Avistou um chapim-azul? Associação Vita Nativa continua desafio "Um mês, uma ave"

Avistou um chapim-azul? Associação Vita Nativa continua desafio "Um mês, uma ave"

O chapim-azul é uma das aves mais coloridas que se podem encontrar nas florestas e bosques de Portugal.

A cabeça possui faces brancas, barrete azul e uma risca preta ao nível dos olhos. O seu dorso é cinzento-azulado e o peito e abdómen são amarelados. É muitas vezes observado pendurado de pernas para o ar nas folhas e ramos.

Está presente em praticamente toda a Europa, exceptuando-se o norte da Escandinávia e a Islândia. Em Portugal, distribui-se de norte a sul do território continental, sendo que as populações reprodutoras em Portugal são essencialmente residentes. Durante o Inverno, essa população é reforçada com aves provenientes do centro e norte da Europa. É uma espécie essencialmente arborícola e que aparece numa grande variedade de áreas de bosque, preferindo os carvalhais, os montados e os soutos. É também vulgar encontrá-lo em pinhais, galerias ripícolas, pomares, e até mesmo em parques ou jardins urbanos.

A sua dieta é composta por insectos (escaravelhos, moscas, larvas e formigas) e aranhas que captura por entre a folhagem. É, por isso, um grande aliado na agricultura, já que ajuda no controlo biológico de algumas pragas. Uma curiosidade: um pouco à semelhança do chapim-real, o chapim-azul pode também possuir um vasto reportório de cantos e chamamentos, incluindo os de outras espécies de aves.

Saiba mais sobre o chapim-azul aqui.

Saiba mais sobre o projecto Alojamento Local para Aves aqui.

Caso detecte alguma ave a entrar numa das caixas instaladas no âmbito deste projecto, comunique com a associação através do telemóvel 936 436 948 ou do e-mail alaves@vitanativa.org.

A sua ajuda é fundamental para a monitorização das caixas-ninho e das aves que as venham a ocupar.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos